Notícias

Jihad Islâmica, grupo aliado do Hamas, afirma que está com 30 reféns

today9 de outubro de 2023 5

share close

No sábado (7), o Hamas, um outro grupo extremista islâmico armado, atacou Israel em diversas frentes. Foi um ataque-surpresa contra o território israelita a partir de Gaza. O principal porta-voz militar de Israel chamou o ataque de “o pior massacre de civis inocentes na história de Israel”. Centenas de pessoas foram mortas. Ainda durante o sábado, Israel fez bombardeios contra a Faixa de Gaza como resposta. Segundo as forças israelenses, os alvos são lugares ligados ao Hamas.

A Jihad Islâmica é uma outra organização, mas eventualmente ela e o Hamas fazem ações conjuntas.

Al-Nakhala, da Jihad Islâmica, disse que os reféns só serão repatriados “quando todos os nossos prisioneiros forem liberados”. Ele se refere aos palestinos que estão em prisões de Israel.



O governo de Israel indicou que cerca de 100 pessoas foram sequestradas pelos combatentes do Hamas.

Em uma entrevista à agência Associated Press, líderes palestinos afirmaram que não se sabe ao certo quantos reféns foram sequestrados, mas que todos estão “em locais seguros” em Gaza. Uma autoridade que pediu para não ter a identidade revelada afirmou que o número é algo –ele disse “várias dezenas”.

Entre os reféns, há uma francesa, um casal de mexicanos e, de acordo com a Secretaria de Estado dos Estados Unidos, também há americanos.

Israel declara guerra após ataque do Hamas — Foto: Reprodução/ GloboNews

O que aconteceu até agora

No sábado (7), o Hamas fez uma grande operação para tentar retomar território. Um alto comandante do grupo chegou a dizer que mais de 5 mil foguetes tinham sido lançados contra Israel a partir da Faixa de Gaza.

Sirenes foram ouvidas em várias partes de Israel, incluindo grandes cidades, como Tel Aviv e Jerusalém. Os ataques atingiram prédios e veículos, causando estragos em diversas regiões do país.

Mapa mostra onde foram os ataques de Israel em Gaza

Mapa mostra onde foram os ataques de Israel em Gaza

Pela terra e pelo mar, homens armados do Hamas invadiram o território israelita na região sul do país. Agências internacionais relataram que esses homens atiraram contra pessoas que estavam nas ruas.

Também há relatos de dezenas de moradores israelenses sendo levados como reféns para a Faixa de Gaza.

Após a ofensiva, o primeiro-ministro israelense convocou uma reunião de emergência e lançou a operação “Espadas de Ferro”, prometendo uma resposta ao Hamas.

O governo de Israel pediu para que os cidadãos sigam instruções de segurança. A recomendação é para que as pessoas fiquem próximas de espaços protegidos.

Israel também recebeu o apoio de autoridades dos Estados Unidos e da União Europeia. O presidente Joe Biden afirmou que os norte-americanos estão prontos para oferecer “todos os meios apropriados de apoio”.

Infográfico explica início do conflito em Israel — Foto: Arte/g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a Notícias.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eleicao-do-conselho-tutelar-e-remarcada-em-bertioga;-veja-detalhes

G1 Santos

Eleição do Conselho Tutelar é remarcada em Bertioga; veja detalhes

Votação acontecerá no dia 29 de outubro. Eleitor pode escolher até três candidatos, para as cinco vagas disponíveis. Conselho Tutelar em Bertioga, SP — Foto: Prefeitura de Bertioga A eleição dos membros do Conselho Tutelar de Bertioga, no litoral de São Paulo, será realizada no dia 29 de outubro. A nova data foi definida pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) após o pleito ter sido […]

today8 de outubro de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%