G1 Mundo

Joystick, 10 toneladas e fibra de carbono e titânio: como é o submarino que sumiu em passeio para ver destroços do Titanic

today20 de junho de 2023 41

Fundo
share close

A expedição era ambiciosa: levar turistas para visitar os destroços do Titanic a 3,8 mil metros de profundidade no Oceano Atlântico. O meio de transporte escolhido, entretanto, ganhou destaque no mundo quando desapareceu com turistas a bordo e fez a viagem virar uma corrida contra o tempo para encontrá-los.

Chamado Titan, o submarino tem 6,5 metros de comprimento por 3 metros de largura e pode levar até cinco pessoas. Como o modelo não é autônomo, igual um submarino de grande porte, ele precisou ser carregado na superfície do mar por 643 km até a região de mergulho. A expedição ao Titanic começou na sexta-feira passada, partido da região de Newsfoundland, no Canadá.

Mas o mais surpreendente é que o Titan é guiado por um joystick que se parece muito com um controle de videogame.



Reprodução de vídeo de TV canadense mostra controle do Titan — Foto: Reprodução/CBC

Já dentro da cápsula principal do Titan, as cinco pessoas podem ter uma visão de quase 180° para o lado de fora, e três monitores vão checando o status do equipamento e dos tripulantes.

Pesando mais de 10 toneladas e feito de fibra de carbono e titânio, o veículo se move a uma velocidade de 3 nós (5,5 km/h) e é impulsionado por quatro propulsores Innerspace 1002.

Ainda de acordo com o relato de Pogue, o submarino não tinha GPS nem cabo que o ligasse até a superfície, mas que o fabricante garantiu que a cápsula era segura, blindada, feita pela Nasa.

A empresa não deixou claro quanto tempo a embarcação poderia ficar pairando sobre o que restou do Titanic, mas sabe-se é que a quantidade de oxigênio utilizada para a viagem é segura o suficiente para 5 pessoas viajarem por até quatro dias.

Até o momento, sabe-se a identidade dos seguintes passageiros:

Nargeolet, 77 anos, é ex-comandante da Marinha Francesa. Ele é considerado o principal especialista no local do Titanic. Ele também é diretor de pesquisa subaquática em uma empresa que detém os direitos sobre os destroços do Titanic.

No domingo (18), o submarino começou a descer ao fundo do mar, mas desapareceu pouco depois. O trajeto até o fundo do mar deveria levar duas horas, mas a embarcação parou de se comunicar depois de uma hora e 45 minutos de descida.

A Expedição Titanic é uma viagem oferecida pela empresa OceanGate. O passeio para ver os destroços do Titanic custa US$ 250 mil (R$ 1,19 milhão) por pessoa.

Submarino que leva turistas para ver o Titanic desaparece no Atlântico

Submarino que leva turistas para ver o Titanic desaparece no Atlântico

Desde então, a operação de busca está sendo feita em conjunto pelas Forças Aéreas dos Estados Unidos e do Canadá. Nesta terça-feira (20), as equipes anunciaram que vão ampliar a área de procura.

John Maugerda, contra-almirante da Guarda Costeira dos EUA, disse em entrevista que será preciso buscar em uma profundidade ainda maior que a da área atualmente buscada pelas sondas.

Além das sondas, os EUA e o Canadá enviaram aviões e navios para a região onde o submarino desapareceu.

Agências governamentais e empresas comerciais especializadas em águas profundas também estão ajudando na operação.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guaruja-amplia-coleta-seletiva-de-vidro-com-15-novos-pontos-estrategicos

Prefeitura de Guarujá

Guarujá amplia coleta seletiva de vidro com 15 novos pontos estratégicos

Estruturas foram inauguradas nesta semana e não têm custo para o Município; iniciativa é uma parceria entre Prefeitura, Associação Brasileira das Indústrias de Vidro, além das empresas Massfix e Verallia Descartar vidro ficou ainda mais fácil em Guarujá e Vicente de Carvalho. É que foi concluída a instalação de 15 novos Pontos de Entrega Voluntária (PEV) exclusivos para a coletiva seletiva deste tipo de material reciclável. A iniciativa é fruto […]

today20 de junho de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%