G1 Santos

Justiça cassa registro e Danilo Morgado é impedido de concorrer a eleições até 2028

today31 de agosto de 2023 12

Fundo
share close

A Justiça Eleitoral determinou a cassação dos registros de Danilo Morgado (PSL) e de Indaiá Amaral Dias, candidatos a prefeito e a vice na eleição municipal de 2020 em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Com isso, ambos estão impedidos a concorrer a cargos eletivos até 2028. O juiz Aléssio Martins Gonçalves entendeu que houve abuso de poder econômico na campanha da dupla. Da decisão, cabe recurso.

Com base na sentença, existe uma divergência de R$ 1.165.660,00 entre o valor declarado pelos candidatos e o que realmente foi gasto, ou seja, teriam declarado um investimento menor.

“Considero amplamente configurado o abuso de poder econômico com gravidade suficiente para colocar os investigados em posição de indiscutível vantagem ilegal em relação aos demais”, disse o juiz.



O advogado Marcelo Viela Fernandez, que representa Morgado e Indaiá, disse que a defesa não tem conhecimento da decisão, mas usará todos os instrumentos jurídicos possíveis, dentre eles, o recurso a instâncias superiores (veja abaixo).

Na decisão, da última quarta-feira (30), o juiz julgou procedente as ações ajuizadas contra Danilo pela prática de abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2020.

A acusação inicial apontou que Morgado cometeu abuso de poder econômico na realização de 10 comícios entre outubro e novembro de 2020. Ele informou à Justiça que gastou R$ 80 mil, mas, para a estrutura montada, seria necessário ao menos o dobro. Além disso, não houve clareza na origem dos recursos.

O juiz eleitoral também destacou irregularidade na campanha de Morgado em relação à contratação de veículos com valores superiores aos informados na prestação de contas, além da omissão de contratos celebrados e veículos utilizados.

Para Gonçalves, o político também cometeu abuso de poder econômico na contratação de um número expressivo de colaboradores de campanha, sem que fosse declarada a totalidade dos colaboradores e valores gastos à Justiça Eleitoral.

O advogado Marcelo Viela Fernandez disse que Morgado enfrenta uma ‘avalanche’ de processos judiciais por parte de opositores políticos, tendo sido vitorioso na maioria deles.

Segundo Fernandez, frisou que o cliente só se torna inelegível com o trânsito em julgado na última instância da Justiça, o que não é o caso, e reforçou que a candidatura dele à prefeitura de Praia Grande nas eleições municipais é certa.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

dois-homens-sao-presos-por-furtar-cemiterio-em-santos,-sp

G1 Santos

Dois homens são presos por furtar cemitério em Santos, SP

Vinte placas de bronze foram recuperadas pela Guarda Municipal da Cidade. Dois homens são presos por furtos no Cemitério do Paquetá, em Santos — Foto: Prefeitura de Santos Dois homens foram presos após furtarem mais 20 placas de bronze de jazigos no Cemitério do Paquetá, em Santos, no litoral de São Paulo. Os crimes foram cometidos em momentos diferentes conforme apurado pelo g1 nesta quinta-feira (31). As ações aconteceram na […]

today31 de agosto de 2023 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%