G1 Mundo

Lituânia pede reforço de flanco oriental da Otan caso Prigozhin parta para Belarus

today25 de junho de 2023 4

Fundo
share close

Rússia anunciou que líder do grupo amotinado Wagner partiria do país rumo a Belarus e que ele não seria processado, após Prigozhin ordenar a retirada de suas tropas.


Yevgeny Prigozhin, chefe do grupo Wagner, após anunciar o fim do motim contra os militares russos — Foto: Alexander Ermochenko/Reuters



O presidente da Lituânia, Gitanas Nauseda, disse neste domingo (25) que a Otan deve reforçar seu flanco oriental caso Belarus receba Yevgeny Prigozhin, comandante do grupo paramilitar russo Wagner.

O líder da Lituânia – que faz fronteira com Rússia e Belarus e irá sediar a reunião de cúpula da Otan em julho – falou após uma reunião do conselho de segurança do país sobre a rebelião abortada do grupo Wagner contra o Kremlin.

“Se Prigozhin ou parte do grupo Wagner estiver em Belarus sem planos ou intenções definidas, isto significa, simplesmente, que precisamos fortalecer a segurança de nossas fronteiras orientais”, declarou Gitanas Nauseda. “Não estou falando hoje apenas da Lituânia, mas também de toda a Otan“, ressaltou.

Nauseda acrescentou que o presidente russo, Vladimir Putin, terá mais dificuldades, depois da rebelião armada do Wagner, e que, agora, é “um rei nu”.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

promotoria-alema-confirma-grampos-contra-ativistas-do-clima

G1 Mundo

Promotoria alemã confirma grampos contra ativistas do clima

A vigilância envolve telefones, e-mails e correios de voz vinculados ao grupo ou a alguns de seus membros, informou a promotoria à agência de notícias alemã DPA. As autoridades do estado da Baviera estão atualmente investigando o Letzte Generation sob a suspeita preliminar de formar ou apoiar uma organização criminosa. A investigação se segue a uma série de protestos ambientalistas realizados pelo grupo, geralmente envolvendo o bloqueio do tráfego em […]

today25 de junho de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%