G1 Mundo

Madeleine McCann: MP alemão diz que pistas em novas buscas podem dar desfecho ao caso

today24 de maio de 2023 11

Fundo
share close

O desaparecimento de Madeleine McCann é ainda um grande mistério para polícias da Europa. A Alemanha tomou as rédeas das investigações após autoridades portuguesas concluírem que um cidadão alemão que vivia no sul de Portugal – onde a menina estava com a família de férias quando sumiu – é o principal suspeito.

Nesta semana, a pedido do Ministério Público alemão, a polícia portuguesa realiza uma nova leva de buscas em vários locais em torno a um reservatório onde o principal suspeito costumava acampar frequentemente.

Cerca de 30 polícias portugueses, alemães e britânicos participaram na operação, em Albufeira do Arade, que fica a cerca de 50 quilómetros do destino turístico Praia da Luz, onde a menina, então com 3 anos, foi vista pela última vez.



“Temos indícios de que poderíamos encontrar evidências lá. Não quero dizer o que exatamente e também não quero dizer de onde vêm essas indicações ”, afirmou o promotor Christian Wolters, em declarações ao canal público NDR.

Wolters afirmou que as pistas sobre o local vieram de investigações do último ano e negou que o suspeito, que está detido na Alemanha, tenha dado informações. Ele nega o crime. “A única coisa que quero esclarecer é que não está vindo do suspeito, então não temos uma confissão ou algo assim”.

No entanto, o promotor alemão quis também diminuir as expectativas sobre um possível achado e disse que “nunca dissemos que a menina desapareceu onde estamos procurando agora”.

Faz mais de 16 anos que Madeleine McCann desapareceu — ela tinha três anos na época — Foto: BBC

Na operação, policiais usaram serra elétrica para cortar árvores e arbustos no lado oposto do reservatório.

Segundo o jornal português “Expresso”, o primeiro dia de buscas terminou sem resultados significativos, mas fontes da publicação afirmaram que a polícia recolheu alguns artigos como pedaços tecidos e roupas.

Cães de caça também escavaram no local, o que pode indicar que também estavam sendo procurados restos biológicos.

A operação seguirá nesta quarta-feira e deve terminar na quinta-feira (25).




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasil-se-abstem-em-votacoes-da-onu-sobre-guerra-na-ucrania

G1 Mundo

Brasil se abstêm em votações da ONU sobre guerra na Ucrânia

Assembleia Mundial de Saúde apresentou uma resolução condenando a agressão russa à Ucrânia, incluindo ataques a instalações de saúde. Logo da ONU do lado de fora da sede em Nova York — Foto: Carlo Allegri/Reuters O Brasil se absteve em uma votação da ONU feita durante a Assembleia Mundial da Saúde nesta quarta-feira (24). A resolução apresentada para condenar a agressão russa à Ucrânia foi aprovada, porém o Brasil se […]

today24 de maio de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%