G1 Mundo

Maduro chama de ‘circo’ preocupação estrangeira com eleições na Venezuela

today2 de abril de 2024 6

Fundo
share close

“Começou o circo, começou a campanha, há nervosismo em Washington, há nervosismo nos sobrenomes da oligarquia, há nervosismo na direita regional, deixem de ser nervosos”, disse o presidente durante um de seus programas semanais de televisão.

“A Venezuela tem o sistema eleitoral mais confiável, transparente e auditado do mundo, e o que vai acontecer está marcado entre o céu e a terra, parem com as campanhas”, acrescentou Maduro. Ele também acusou os Estados Unidos de incentivarem uma “campanha” contra o sistema eleitoral.

O Departamento de Estado dos Estados Unidos e outros países como Argentina, além de Colômbia e Brasil, criticaram a exclusão de Yoris. Ela havia sido indicada pela liberal María Corina Machado para substituí-la nas eleições devido à desqualificação imposta pela Controladoria, alinhada ao governo.



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) classificou como “grave” a exclusão de Yoris em uma coletiva de imprensa ao lado do presidente francês, Emmanuel Macron.

O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela, também alinhado ao governo, acusou Washington de buscar “desacreditar” as eleições presidenciais, rejeitando as “falsas acusações”.

Machado, que venceu as primárias da oposição realizadas em outubro passado, apelou no sábado (30) à comunidade internacional para pressionar pela candidatura de Yoris, uma filósofa de 80 anos que não pôde se inscrever.

Em seu lugar, foi inscrito “provisoriamente” o ex-embaixador Edmundo González Urrutia, devido à impossibilidade de Yoris acessar o sistema automatizado do CNE por razões não especificadas.

Durante o processo de inscrição, encerrado à meia-noite de 25 de março, 13 candidatos se inscreveram, mas nove foram rejeitados pela oposição tradicional por serem considerados “colaboracionistas” do governo.

Também se candidatou Manuel Rosales, um antigo rival de Hugo Chávez, governador do estado petrolífero de Zulia.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

quem-foi-mohammad-reza-zahedi,-o-comandante-da-tropa-de-elite-do-ira-que-teera-disse-ter-sido-morto-por-israel

G1 Mundo

Quem foi Mohammad Reza Zahedi, o comandante da tropa de elite do Irã que Teerã disse ter sido morto por Israel

Além de colocar Israel e Irã cara a cara pela primeira vez desde o início da guerra entre o governo israelense e o Hamas na Faixa de Gaza, o ataque, se confirmado, também é o primeiro em que Tel Aviv alveja um alto comando iraniano. Israel não havia se manifestado sobre a acusação até a última atualização desta reportagem. Segundo a mídia iraniana, um dos mortos no ataque desta segunda […]

today2 de abril de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%