G1 Mundo

Mais de 1.100 russos foram mortos em uma semana em Bakhmut, diz Zelensky

today13 de março de 2023 16

Fundo
share close

O exército ucraniano continua a resistir em uma dura batalha na cidade de Bakhmut, no leste da Ucrânia. Neste domingo (12), o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou que mais de 1.100 soldados russos foram mortos esta semana. A cidade ucraniana está cercada pelos russos desde o início de março.

Segundo o presidente ucraniano, outros 1.500 soldados russos foram feridos e estão fora de combate. As forças ucranianas nos últimos dias teriam ainda destruído dezenas de tanques, armas e depósitos de munição russos.

O anúncio de Zelensky foi feito no vídeo que publica diariamente, para dar conta do que acontece na Ucrânia mas também como forma de animar a resistência. A cidade de Bakhmut continua a se defender apesar de estar há semanas cercada por milicianos russos do grupo Wagner.



Mais cedo, o Ministério da Defesa russo disse que os ataques na região de Donetsk iriam continuar e afirmou que as forças da Rússia teriam matado 220 soldados ucranianos nas últimas 24 horas.

Os números dados pelos dois políticos não são possíveis de serem verificados, e fazem parte da guerra de narrativas entre os dois países.

Ucrânia tenta ganhar tempo em Bakhmut

O exército ucraniano acirrou a defesa para tentar “ganhar tempo” na cidade que Moscou vem tentando tomar desde a metade do ano passado, à custa de grandes perdas humanas.

“Precisamos ganhar tempo para lançar uma contra-ofensiva, que não está muito longe”, disse Oleksander Syrsky, comandante das forças terrestres ucranianas, sem dar mais detalhes sobre o potencial ataque.

“Os verdadeiros heróis agora são os defensores que estão segurando a frente oriental sobre seus ombros, e infligindo as piores perdas possíveis, não poupando a si mesmos nem ao inimigo”, declarou Syrsky.

Veja os vídeos mais recentes do g1:




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

opera-de-paris-consagra-primeiro-bailarino-negro-em-mais-de-3-seculos-de-existencia

G1 Mundo

Ópera de Paris consagra primeiro bailarino negro em mais de 3 séculos de existência

Sua nomeação como estrela foi anunciada no palco do LG Arts Center, em Seul, na Coreia do Sul, onde o bailarino, ovacionado, acabava de interpretar o papel de Albrecht pela segunda vez no balé romântico de Jean Coralli e Jules Perrot, com a primeira bailarina Dorothée Gilbert como parceira. Tendo se tornado a jovem esperança da companhia por mais de um ano, Guillaume Diop é um dos cinco autores do […]

today13 de março de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%