G1 Mundo

Mais de 30 reféns israelenses sequestrados pelo grupo terrorista Hamas morreram

today7 de fevereiro de 2024 6

Fundo
share close

Estima-se que há cerca de 136 reféns. Os serviços de inteligência de Israel descobriram que pelo menos 32 morreram desde o dia 7 de outubro.




Israel diz ter encontrado cativeiro onde Hamas manteve parte dos sequestrados como reféns

Israel diz ter encontrado cativeiro onde Hamas manteve parte dos sequestrados como reféns

Cerca de um quinto dos reféns israelenses sequestrados no dia 7 de outubro e que ainda não foram libertados pelo grupo terrorista Hamas na Faixa de Gaza estão mortos, de acordo com um relatório das forças de Israel . A notícia foi inicialmente publicada pelo “New York Times” e depois confirmada pelo porta-voz do Exército de Israel nesta terça-feira (6). Ele afirmou que 31 pessoas estão mortas.

No dia 7 de outubro, o Hamas sequestrou mais de 240 pessoas no território de Israel. Esse ataque surpresa disparou a guerra entre israelenses e o Hamas na Faixa de Gaza.

Em novembro as duas partes fizeram um acordo, e cerca de metade desses 240 reféns foram libertados em troca de prisioneiros palestinos que estavam detidos em prisões em Israel.

Estima-se que há cerca de 136 reféns. Os serviços de inteligência de Israel descobriram que pelo menos 31 morreram desde o dia 7 de outubro.

As famílias dessas 32 pessoas já foram informadas, segundo fontes do “New York Times”.

Negociações sobre um acordo

Há alguns dias que veículos de imprensa noticiam que há negociações para um novo acordo entre as partes para libertar mais reféns que foram sequestrados.

No entanto, na segunda-feira (5), o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que não aceitará as exigências do Hamas em relação aos reféns.

Netanyahu afirmou que os termos de um eventual acordo “devem ser similares aos do acordo anterior”, que permitiu uma trégua em novembro.

Manifestantes protestam por resgate de reféns israelenses em poder do Hamas após Israel admitir ter matado três dos sequestrados por engano, em Tel Aviv, em 16 de dezembro de 2023. — Foto: Violeta Santos Moura/ Reuters




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-atira-e-da-enxadada-em-mulher-gravida-de-8-meses-no-interior-de-sp

G1 Santos

Homem atira e dá enxadada em mulher grávida de 8 meses no interior de SP

Segundo a Polícia Militar, as agressões aconteceram após vizinhos se desentenderem. A espingarda e a enxada usadas no crime foram localizadas em um bananal de Juquiá, SP. Arma utilizada no crime foi localizada em um bananal próximo a residência do suspeito, em Juquiá — Foto: Polícia Militar Um homem foi preso após atirar contra um casal e agredir a mulher, grávida de oito meses, com uma enxadada em Juquiá, no […]

today7 de fevereiro de 2024

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%