G1 Mundo

Mercenários do grupo Wagner treinam o exército de Belarus; país é aliado de Vladimir Putin

today14 de julho de 2023 9

share close

O presidente de Belarús, Alexander Lukashenko, ajudou a mediar o fim da rebelião dos Wagner e ofereceu segurança e exílio ao chefe do grupo, que segue




Mercenários russos dão treinamento militar para soldados em Belarus

Mercenários russos dão treinamento militar para soldados em Belarus

Enquanto o chefe do grupo Wagner não apareceu publicamente nas últimas três semanas, imagens mostram soldados do grupo mercenário treinando o exército de Belarus – país que faz fronteira com a Ucrânia e que é forte aliado de Moscou.

Ainda nesta sexta-feira, o presidente ucraniano fez declarações sobre o assunto. Ele disse que não há riscos, no momento, de uma invasão de seu país por Belarus. Segundo ele, a situação na fronteira é estável, mas é preciso continuar preparado porque, segundo Volodymyr Zelensky, Belarús segue apoiando a Rússia na guerra.

Em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira(13), o presidente americano, Joe Biden disse não saber o paradeiro de Prigozhin, mas brincou: se eu fosse ele, teria muito cuidado com o que eu como – se referindo a um possível envenenamento.

Mercenários treinam soldados em Belarus — Foto: Reprodução/TV Globo

Putin chamou mercenários para exército russo

Após o motim do grupo Wagner revelar discordâncias no alto escalão militar russo, autoridades russas têm feito comentários em relação o grupo de mercenários e seu status legal.

Pela primeira vez o presidente russo falou em uma entrevista que chegou a oferecer emprego no exército do país ao grupo Wagner e seu chefe Yevgeny Prigozhin dias antes da rebelião. No entanto, Putin também disse publicamente que o grupo não tem base na lei russa e que não considera esses soldados como independentes, sugerindo que legalmente o grupo não deveria existir.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que os soldados do Wagner estão enfrentando uma situação complicada.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

Polícia autoriza protesto na Suécia que queimará Bíblia e Torá

A polícia da Suécia autorizou, nesta sexta-feira (14), um protesto em frente à embaixada de Israel em Estocolmo no próximo sábado, no qual os organizadores planejam queimar uma Bíblia e uma Torá. A ação foi criticada por Israel e por organizações judaicas. De acordo com a petição enviada à força policial, os idealizadores querem destruir os textos religiosos em resposta à queima de um Alcorão em junho, em frente à Grande Mesquita de Estocolmo. Esse incidente gerou indignação em diversos […]

today14 de julho de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%