G1 Mundo

Mercosul se reúne nesta quinta com crise entre Venezuela e Guiana e às vésperas da posse de Milei

today7 de dezembro de 2023 8

Fundo
share close

O encontro, no qual Lula passará a presidência semestral do grupo ao Paraguai, ocorre em meio à crise entre Venezuela e Guiana e três dias antes da posse de Javier Milei como presidente da Argentina. Na eleição, Milei derrotou Sérgio Massa, candidato governista apoiado por Lula.

O novo presidente argentino é crítico do Mercosul, mas sua equipe já declarou que apoia a conclusão do acordo comercial com a União Europeia.

As negociações para rever trechos do acordo entre os blocos sul-americanos e europeu devem se arrastar. Lula pretendia anunciar a conclusão das tratativas durante a reunião desta quinta – em visita à Alemanha, o presidente afirmou que vai insistir no acordo (veja abaixo).



Lula diz que vai insistir em tentativa de acordo do Mercosul com a UE

Lula diz que vai insistir em tentativa de acordo do Mercosul com a UE

A agenda prevê uma reunião entre os presidentes dos países do bloco no Museu do Amanhã, pela manhã, seguida de almoço e de outra reunião. O segundo encontro terá a presença dos chefes dos membros plenos do grupo, países associados e convidados.

Na reunião desta quinta será assinado o acordo comercial entre o Mercosul e Singapura. O acordo será o primeiro do bloco com o país asiático, segundo o Ministério das Relações Exteriores.

Para entrar em vigor, o acerto ainda terá que ser confirmado pelos parlamentos dos países incluídos. O acordo busca ampliar os fluxos comerciais e dar maior previsibilidade e melhores condições para investimentos.

O governo brasileira estima que o acordo possa representar um aumento de R$ 28 bilhões no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil até 2041, além de R$ 49,1 bilhões a mais no fluxo comercial.

O Brasil exporta óleos combustíveis, carne suína, bovina e de aves, além de ferro para Singapura.

Segundo o governo, Singapura se comprometerá a zerar tarifas para todas as exportações do Mercosul, que, por sua vez, vai liberar tarifas de importação de 95,8% da produtos importados de Singapura.

O Congresso boliviano ainda terá de aprovar a entrada do país do bloco, que tem uma série de etapas a serem cumpridas ao longo dos próximos quatro anos, conforme o Ministério das Relações Exteriores.

Última cúpula do bloco ocorreu em julho, na Argentina. — Foto: Ricardo Stuckert/Presidência da República

O Mercosul foi criado em 1991 para incentivar a integração entre os países da região e facilitar parcerias comerciais, políticas e diplomáticas.

Atualmente, a Bolívia é um estado associado ao Mercosul, ao lado de outros países como Chile, Peru e Colômbia. Os membros plenos são Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

A Venezuela chegou a entrar no Mercosul, mas está suspensa desde 2017 por descumprimento de algumas obrigações previstas no acordo. O país governado por Nicolás Maduro protagoniza o novo episódio de tensão na região ao pretender anexar a região de Essequibo, rica em petróleo, que pertence a Guiana.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

essequibo-brasileiro:-parte-do-territorio-que-a-venezuela-quer-anexar-ja-foi-do-brasil

G1 Mundo

Essequibo brasileiro: parte do território que a Venezuela quer anexar já foi do Brasil

O presidente Nicolás Maduro tem mostrado um mapa da Venezuela que já incorpora o território --nessa região, está incluída uma área mais ao sul que nunca havia sido disputada pelos venezuelanos, mas, sim, pelo Brasil. O Brasil e a Inglaterra, que colonizou a Guiana, tiveram uma disputa territorial no início do século 20 em que o Brasil saiu derrotado. Essa área, conhecida como a região do Rio Pirara (a sílaba […]

today7 de dezembro de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%