G1 Mundo

Merdeka 118: prédio na Malásia será o segundo mais alto do mundo; veja lista dos 10 maiores

today18 de julho de 2023 10

Fundo
share close

Construção tem 678,9 metros de altura, 118 andares e ainda não foi inaugurada.


Representação gráfica do Merdeka 118, prédio em construção na Malásia, que será o 2º mais alto do mundo. — Foto: Reprodução/Reuters



O edifício Merdeka 118 – que está em construção em Kuala Lumpur, na Malásia – irá se tornar o segundo mais alto do mundo, de acordo com dados do Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano (CTBUH).

Este será o nono prédio localizado na Ásia que figura entre os 10 mais altos do mundo. O único do top 10 que foi construído fora do continente é o One World Trade Center, em Nova York, nos Estados Unidos. (Veja a lista completa abaixo)

O Merdeka 118 tem 678,9 metros de altura e 118 andares. O projeto foi idealizado em 2010 e começou a ser construído em 2016, com investimento de mais de US$ 1 bilhão.

No Brasil, o título de maior prédio do país pertence ao One Tower, em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Na posição 243 da lista de prédios mais altos do mundo, a construção tem 290 metros de altura e 70 andares. Esse arranha-céu é considerado o segundo maior da América Latina.

Veja os 10 mais altos do mundo (sem contar com o Merdeka 118, que ainda não foi inaugurado):

Taipei 101 — Foto: AnthonySantiago101/Creative Commons 4.0

  • Local: Taipei (Taiwan)
  • Ano de conclusão: 2004
  • Altura: 508 metros
  • Nº de andares: 101

CITIC Tower, em Pequim (China) — Foto: Bairuilong/Creative Commons 4.0

  • Local: Pequim (China)
  • Ano de conclusão: 2018
  • Altura: 527,7 metros
  • Nº de andares: 109

7º lugar (empatado) — Tianjin CTF Finance Centre

Tianjin CTF, em Tianjin (China) — Foto: BD2412/Creative Commons 4.0

  • Local: Tianjin (China)
  • Ano de conclusão: 2019
  • Altura: 530 metros
  • Nº de andares: 97

7º lugar (empatado) — Guangzhou CTF Finance Centre

Guangzhou CTF, em Guangzhou (China) — Foto: PQ77wd/Creative Commons 4.0

  • Local: Guangzhou (China)
  • Ano de conclusão: 2016
  • Altura: 530 metros
  • Nº de andares: 111

6º lugar — One World Trade Center

One World Trade Center, em Nova York (EUA) — Foto: Eduardo Munoz/Reuters

  • Local: Nova York (Estados Unidos)
  • Ano de conclusão: 2014
  • Altura: 541,3 metros
  • Nº de andares: 94

5º lugar — Lotte World Tower

Lotte World Tower, em Seul (Coreia do Sul) — Foto: Ox1997cow/Creative Commons 4.0

  • Local: Seul (Coreia do Sul)
  • Ano de conclusão: 2017
  • Altura: 554,5 metros
  • Nº de andares: 123

4º lugar — Ping An Finance Center

Ping An Finance Center, em Shenzhen (China) — Foto: Mx Granger/Creative Commons 4.0

  • Local: Shenzhen (China)
  • Ano de conclusão: 2017
  • Altura: 599,1 metros
  • Nº de andares: 115

3º lugar — Makkah Royal Clock Tower

Makkah Royal Clock Tower, em Meca (Arábia Saudita) — Foto: King Eliot/Creative Commons

  • Local: Meca (Arábia Saudita)
  • Ano de conclusão: 2012
  • Altura: 601 metros
  • Nº de andares: 120

2º lugar — Shanghai Tower

Shanghai Tower, em Xangai (China) — Foto: Andy Miccone/Creative Commons C0

  • Local: Xangai (China)
  • Ano de conclusão: 2015
  • Altura: 632 metros
  • Nº de andares: 128

Burj Khalifa, em Dubai (Emirados Árabes Unidos) — Foto: HyunJae Park/Creative Commons C0

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

sem-citar-a-russia,-uniao-europeia-e-paises-latino-americanos-condenam-guerra-na-ucrania

G1 Mundo

Sem citar a Rússia, União Europeia e países latino-americanos condenam guerra na Ucrânia

No documento de dez páginas, os 60 líderes e representantes das duas regiões apenas "apoiam os esforços diplomáticos que visam a uma paz justa e sustentável, em conformidade com a Carta das Nações Unidas". A Nicarágua bloqueou a negociação da declaração até o último minuto. Em conversa com jornalistas, no início da tarde, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que "todos os membros da Celac estavam alinhados, exceto a Nicarágua", […]

today18 de julho de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%