G1 Santos

Mesa Brasil beneficia mais de 19 mil pessoas no litoral de SP por meio de doação de alimentos; veja receita de torta nutritiva

today24 de maio de 2024 8

Fundo
share close

Em 2000, o programa foi implementado na região e atualmente atende mais de 19 mil pessoas em Santos, São Vicente, Guarujá, Cubatão, Praia Grande e Bertioga. De segunda a sexta-feira, os caminhões saem da sede do Sesc, em Santos, para realizar a colheita urbana. Eles visitam as empresas doadoras cadastradas, como hortifrutis, mercados e restaurantes.

Equipe do Mesa Brasil coleta os alimentos em estabelecimentos da Baixada Santista — Foto: Danilo Santos/g1



Nos comércios, a equipe faz a seleção dos alimentos que não tem mais valor comercial, mas estão bons para consumo. Entre os itens estão frutas, verduras, legumes, grãos, cereais, enlatados, sucos, água, pães, bolos, massas, carnes, ovos, peixes, entre outros alimentos.

A nutricionista do programa identifica quais alimentos serão doados às entidades sociais, de acordo com o público atendido e as necessidades. Eles devem estar dentro do manual de boas práticas do programa. Os peixes, por exemplo, são acondicionados em sacos plásticos atóxicos e resistentes, além de ter a refrigeração adequada nos veículos.

“O hortifruti, por exemplo, tem que estar maduro, até 50% comprometido a gente coleta. Mas, não pode ter pontos de bolor, por exemplo. Cada verdura, cada fruta tem sua particularidade e a equipe do Mesa é treinada para saber fazer o melhor aproveitamento possível”, explica Ariane Feltrin Pasuld, que coordena o Mesa Brasil do Sesc Santos.

No litoral paulista, o programa conta com parceiros na doação de peixes e partes não convencionais de pescados, como cabeças e carcaças. Roberto Nakai Matsumoto é sócio de um restaurante de comida japonesa e participa do programa. Segundo ele, são doadas quatro caixas de 15 quilos de cabeças de salmão duas vezes por semana.

Peixes e carcaças são doadas para o Mesa Brasil no litoral paulista — Foto: Danilo Santos/g1

“A gente abre o salmão, tira a cabeça. O Sesc fornece a embalagem pra gente acondicionar ele. Ele vai para uma câmara congelada, ele fica armazenado, quando eles vem retirar, eles conferem se está tudo dentro do padrão de segurança para poder doar com segurança”, explica Roberto.

Após coletar os alimentos, no período da tarde, as doações chegam ao destino: as instituições sociais. O Educandário Santista é um dos beneficiados pelo programa. A entidade atende 668 crianças, de 1 a 12 anos, e oferece café da manhã, almoço e lanche da tarde. A necessidade de compra de alimentos para crianças é muito alta. Nesta semana, ele recebeu pescados e sucos.

Caminhão do Mesa Brasil leva os alimentos para instituições sociais da Baixada Santista — Foto: Mariane Rossi/g1

“Para nós isso só tem a ajudar, não só o Educandário, mas todas as instituições que o Mesa Brasil ajuda”, comenta o presidente Henrique Gomes Branco.

Na cozinha da entidade, Marcus Simões transforma os alimentos doados em deliciosas receitas para as crianças. “A cabeça do peixe, eu gosto de preparar o croquete ou ao quibe de peixe. A gente leva ele ao forno, para desfiar, faz a massa e retorna ao forno. A criança adora”, diz ele.

O programa envia, segundo ele, uma variedade de frutas e legumes, o auxilia no desenvolvimento alimentar das crianças. “Vem uma variedade grande de frutas e legumes. a gente pode estar proporcionando uma variedade maior no cardápio para a criança ir acostumando-se com vários sabores”, comenta.

Ariane Feltrin Pasuld, que coordena o Mesa Brasil do Sesc Santos — Foto: Danilo Santos/g1

O programa realiza ações educativas, como oficinas, palestras, cursos e orientações para as instituições sociais atendidas. Elas aprendem como aproveitar de forma integral os alimentos, boas práticas no recebimento, armazenamento e preparo dos alimentos que são doados.

Ao g1, a cozinheira Merci Andrade, do Sesc, ensinou a preparar uma torta nutritiva, com uma pasta feita com as carcaças de pescados (veja a receita abaixo ou no vídeo).

Já as empresas doadoras recebem treinamento para aprenderem boas práticas de armazenamento. Engajadas na causa, elas são mais reconhecidas pela população e seus parceiros, gerando mais valor e reputação, além de terem outros benefícios.

“Está ajudando a comunidade que estamos inseridos e o doador acaba tendo a redução das perdas. Aquele produto que ia para o lixo, aquela ‘quebra’ da loja ele vai reduzir o volume de descarte, que hoje é cobrado”, explica Ariane.

Alimentos em boas condições para consumo são doados para o Mesa Brasil, que encaminha para entidades sociais na Baixada Santista — Foto: Danilo Santos/g1

Em celebração aos 30 anos do programa, o Mesa Brasil está de cara nova. A nova identidade visual traz símbolos de fácil compreensão. As bases são os pilares que norteiam o programa: alimento, acesso, sustentabilidade e solidariedade.

Na Baixada Santista, em 2023, o programa contou com 61 empresas doadoras, 76 instituições sociais beneficiadas e mais 377 mil alimentos doados. Segundo dados do programa, entre eles, cerca de 311 mil são hortifrutis, 45 mil são cereais e 21 mil são pescados e ovos.

Segundo Ariane, houve uma expansão das atividades ao longo dos 30 anos de programa, que hoje está presente em 20 unidades do Sesc no estado de São Paulo. Além dos alimentos, após a pandemia, foi incluída a coleta de produtos de limpeza e higiene.

A intenção é sempre ampliar essa rede de solidariedade, com novas doadores e instituições. Para isso, é necessária a adesão de mais pessoas que se envolvam no combate à fome e ao desperdício dos alimentos. “O objetivo é sempre ampliar essa parte educativa e poder colaborar de todas as formas com os parceiros”.

De acordo com ela, a mobilização pode ocorrer dentro de casa até chegar em grandes indústrias.

“Quando a gente faz a própria culinária para a família também tem o desperdício, o quanto a gente poderia aproveitar mais aquele alimento que a gente acaba descartando”

Receita da pasta de peixe

  • 1 kg de carcaça de peixe
  • 200 kg de cebolas
  • 200 ml de vinagre
  • 200 ml de água potável

Modo de preparo: Coloque todos os ingredientes na panela de pressão, em fogo baixo por uma hora a meia. Depois, coloque no liquidificador, bata e se necessário acrescente um pouco de água. Congele em pequenas porções e utilize para enriquecer diversos preparos. Essa receita pode ser feita com a carcaça inteira ou somente a cabeça do peixe.

Torta nutritiva feita pela cozinheira Mercia Andrade, do Sesc Santos — Foto: Mariane Rossi/g1

Receita da torta nutritiva

  • 250 gramas de pasta de peixe
  • 650 gramas de arroz cozido
  • 150 ml de óleo
  • 3 ovos
  • 80 gramas de queijo ralado
  • 150 ml de leite integral
  • 25 gramas de fermento em pó
  • Sal a gosto

  • 2 tomates picados
  • 1 cebola picada
  • 1 lata de ervilha
  • 100 gramas de alho poró fatiado (opcional)
  • Azeite a gosto (para refogar)
  • Salsa e talos picados a gosto

Modo de preparo: coloque os ingredientes da massa no liquidificador e bata. Reserve. Refogue os ingredientes do recheio e reserve. Em uma assadeira disponha a massa e acrescente os ingredientes do recheio. Leve ao forno na temperatura média de 160 graus até dourar.

Torta nutritiva feita pela cozinheira Mercia Andrade, do Sesc Santos — Foto: Mariane Rossi/g1

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Culinária #013: Mesa Brasil completa 30 anos; veja receita de torta nutritiva

Culinária #013: Mesa Brasil completa 30 anos; veja receita de torta nutritiva




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

caminhoneiro-e-sequestrado-e-mantido-refem-por-mais-de-6h-apos-descarregar-carga-em-terminal-do-porto-de-santos

G1 Santos

Caminhoneiro é sequestrado e mantido refém por mais de 6h após descarregar carga em terminal do Porto de Santos

Homem de 42 anos disse à Polícia Civil que um dos criminosos estava armado. Três carretas roubadas foram recuperadas pela Polícia Civil. Veículos roubados próximo ao Porto de Santos (SP) foram recuperados pela Polícia Civil em São Vicente (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação Um caminhoneiro, de 42 anos, foi sequestrado por dois homens e mantido refém por mais de seis horas em um cativeiro em Cubatão (SP). A vítima foi […]

today24 de maio de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%