G1 Santos

Michelle Mibow, destaque do carnaval e musa do ‘Caldeirão’ morreu após AVC isquêmico, diz irmão

today8 de novembro de 2022 79

Fundo
share close

O irmão da passista Michelle da Costa Chaga, conhecida como Michelle Mibow e um dos grandes nomes do carnaval paulista e musa do ‘Caldeirão do Huck’, da Globo, que foi encontrada morta na noite da última segunda-feira (7), em Santos, no litoral de São Paulo, disse que a irmã, de 40 anos, foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico.

A informação foi confirmada ao g1, nesta terça-feira (8), pelo assistente de transporte Felipe da Costa Chaga, de 44 anos. Ele, portanto, negou a suspeita inicial de que Michelle teria sido vítima de um infarto fulminante.

O AVC é a terceira principal causa de morte e incapacidade no mundo. Apesar do nome ‘acidente’, trata-se de um desfecho de uma série de fatores de risco que podemos controlar e que agridem ou sobrecarregam os vasos do cérebro. Existem dois tipos de AVC: o isquêmico que é quando um coágulo bloqueia o fluxo sanguíneo no cérebro e o hemorrágico, causado pelo rompimento de um vaso.



Ao g1, Sérgio disse ter ficado comovido com o apoio que vem recebendo de amigos, familiares e, também, de toda comunidade do carnaval. “Ela merece todas essas homenagens que está recebendo. Ela trouxe o sorriso para a minha vida”, desabafou.

O velório de Michelle Mibow aconteceu nesta terça-feira, na Santa Casa de Santos. O sepultamento será na quarta-feira, às 8h, no Cemitério Areia Branca. As cerimônias serão abertas para amigos, familiares e também para os fãs do trabalho de Michelle.

Morre destaque do carnaval paulista e musa do ‘Caldeirão’, em Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Arquivo Pessoal

A Escola Unidos dos Morros agradeceu a madrinha da bateria pelo amor a escola. “Nosso sinceros sentimentos a família e amigos. Michele obrigado por sempre representar maravilhosamente o nosso Pavilhão seja como rainha, madrinha, coreógrafa, atêlie, barracão e em diversos segmentos da nossa agremiação. Você realmente aprendeu a amar a Unidos dos Morros como a comunidade que te ama”.

O presidente da União Imperial, Duilio de Paula, disse que Michelle teve uma linda passagem pela verde e rosa. “É com imenso pesar recebemos essa notícia. Michelle começou ainda jovem na União Imperial. Deixará uma lacuna impreenchível. Estamos serenos nesse momento tão difícil”, disse ele.

Michelle foi destacada também nas homenagens da Liga das Escolas de Samba de Santos pelo presidente Fábio Przygoda. “Foi com tristeza que recebemos a notícia da passagem da sambista de trajetória marcante como passista, rainha de bateria, coreógrafa e Rainha do Carnaval em nossa região. Seu talento, dedicação e amor ao samba certamente inspiram novas gerações”, finaliza.

Michelle era bailarina e coreógrafa. Durante a carreira no Carnaval Santista, foi rainha da bateria da Escola de Samba União Imperial e da Unidos dos Morros. Atualmente, era a madrinha da bateria Chapa Quente. A passista ainda foi coroada como Rainha do carnaval santista 2007 e Rainha do carnaval de São Vicente, em 2017.

Na capital paulista, Michelle também foi destaque do samba. Ela recebeu o título de Princesa da Escola de Samba Vila Maria e foi Musa da Águia de Ouro, duas das mais tradicionais agremiações do carnaval de São Paulo.

Um dos pontos altos da carreira da passista foi em 2013, quando ela chegou a ser finalista do Musa do Caldeirão do Huck, da Globo. Em 2019, ela recebeu o prêmio ‘Estandarte Santista’, com cerca de 252.592 votos. O prêmio tem o apoio da Tv Tribuna, afiliada da Globo e do g1 Santos e tem a finalidade de valorizar ainda mais os destaques do carnaval de Santos.

Michelle Mibow morreu em Santos nesta segunda-feira (7), em Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

morre-aos-69-anos-lane-valiengo,-jornalista-vencedor-do-premio-esso

G1 Santos

Morre aos 69 anos Lane Valiengo, jornalista vencedor do prêmio Esso

O jornalista e vencedor do Prêmio Esso de 1985, Luiz Augusto Lane Valiengo, de 69 anos, morreu nesta terça-feira (8) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Leste, no bairro Estuário, em Santos, no litoral de São Paulo. A causa da morte ainda é desconhecida, assim como horário e local de velório e funeral. O jornalista deixa três filhos e netos. Valiengo nasceu na capital paulista em 5 de […]

today8 de novembro de 2022 22

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%