G1 Mundo

Ministra da França sai na capa da revista ‘Playboy’ e é criticada por colegas de governo

today4 de abril de 2023 12

Fundo
share close

A ministra de Economia Social da França, Marlene Schiappa, de 40 anos, estrelou a capa da edição de abril da versão francesa da “Playboy”. A aparição rendeu críticas de colegas de governo (leia mais abaixo).

A ministra afirmou a um canal de TV local que os corpos de mulheres deveriam ser expostos em qualquer local.

(CORREÇÃO: Ao ser publicada, esta reportagem trazia uma foto que mostrava a ministra de corpo inteiro, aparentemente trajando um maiô. Essa imagem não foi oficialmente divulgada pela revista ‘Playboy’ em seu site ou redes sociais. A origem e veracidade da imagem não puderam ser confirmadas pelo g1. Ela foi então substituída por uma imagem compartilhada pela própria ministra em sua conta no Twitter, que só mostra parte da capa. A correção foi feita às 19h30 desta segunda.)



Ela disse que, embora não tenha problemas com isso, há um contexto para a foto: uma entrevista à publicação na qual falou sobre aborto e direitos das mulheres e das pessoas LGBTQIA+.

Em uma rede social, Schiappa disse que defende o direito da mulher de fazer o que quiser com o corpo em qualquer lugar e a qualquer momento: “Na França, as mulheres são livres, não importa se isso incomoda os retrógrados e os hipócritas”.

A ministra aparece com frequência como convidada em programas de entrevista da TV francesa. Antes de ser política, ela era escritora e publicou livros sobre os desafios da maternidade, saúde da mulher e gravidez.

Em 2018, quando era ministra dos Direitos Iguais, Schiappa conseguiu aprovar leis para tornar ilegal o assédio na rua.

Críticas de colegas do governo

Outros membros do governo francês criticaram a decisão de Schiappa de aparecer na capa da “Playboy”. A primeira-ministra Elisabeth Borne disse a Schiappa que a decisão “não foi apropriada, especialmente no período atual”.

Sandrine Rousseau, parlamentar do Partido Verde, também questionou a ministra.

Em 2010, Schiappa escreveu um livro com dicas de sexo para pessoas com sobrepeso. Houve críticos que entenderam que o texto dela reforçava clichês ligados a pessoas obesas.

Imagem de 2017 de Marlene Schiappa, quando ela era ministra da Igualdade de Gênero da França — Foto: Nantilus/Wikipedia




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

finlandia-se-tornara-membro-da-otan-na-terca,-diz-governo-do-pais

G1 Mundo

Finlândia se tornará membro da Otan na terça, diz governo do país

A entrada da Finlândia e da Suécia na Otan começou a ser debatida no ano passado, após a invasão da Rússia à Ucrânia - Finlândia e Rússia compartilham uma fronteira terrestre de 1.300 quilômetros. Moscou prometeu retaliação. Na semana passada, o país ultrapassou o último obstáculo para conseguir adesão à aliança militar ocidental, quando o parlamento da Turquia aprovou a entrada da Finlândia - na Otan, o ingresso de um […]

today4 de abril de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%