G1 Mundo

Morre o pai de Olga Carmona, jogadora que marcou o gol do título da Espanha na Copa do Mundo

today21 de agosto de 2023 11

Fundo
share close

Federação Espanhola de Futebol deu a notícia à atleta após a vitória por 1 a 0 contra a Inglaterra.


Olga Carmona comemora título da Espanha na Copa do Mundo com a taça — Foto: Franck Fife/AFP



“Enviamos nossos mais sinceros abraços a Olga e sua família em um momento de profunda dor”, escreveu a organização em comunicado publicado no X (antigo Twitter).

“Nós te amamos, Olga, você é história do futebol espanhol.”

A lateral esquerda do Real Madrid e da seleção espanhola foi quem marcou o único gol da final contra a Inglaterra realizado neste domingo, na Austrália. Com isso, a atleta foi diretamente responsável pelo título do país, o primeiro na competição.

Durante a partida, ao comemorar o gol, ela ainda levantou a camisa para mostrar uma mensagem em homenagem a uma conhecida que tinha morrido há pouco tempo, mãe de uma amiga.

“O Real Madrid, o seu presidente e o seu Conselho de Administração lamentam profundamente a morte do pai da nossa jogadora Olga Carmona”, escreveu o clube espanhol em comunicado.

“O Real Madrid gostaria de expressar suas condolências e carinho para Olga, sua família e todos os seus entes queridos. Descanse em paz.”

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

surras,-choques-eletricos-e-fome:-os-prisioneiros-de-guerra-ucranianos-que-denunciam-torturas-na-russia

G1 Mundo

Surras, choques elétricos e fome: os prisioneiros de guerra ucranianos que denunciam torturas na Rússia

Ex-prisioneiros de guerra ucranianos afirmam que foram submetidos a tortura, incluindo espancamentos frequentes e choques elétricos, durante custódia em um centro de detenção no sudoeste da Rússia, o que representaria sérias violações da legislação humanitária internacional. Em entrevista à BBC, 12 ex-detentos libertados em trocas de prisioneiros alegaram abusos físicos e psicológicos por guardas e oficiais russos no Centro de Detenção Pré-Julgamento n° 2, na cidade russa de Taganrog. Seus […]

today21 de agosto de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%