G1 Santos

Mulher abandona cadela amarrada em portão de ONG animal no litoral de SP; VÍDEO

today21 de junho de 2023 9

Fundo
share close

Uma mulher foi filmada abandonando uma cachorra amarrada no portão do Instituto Viva Bicho, uma uma Organização Não Governamental (ONG) que cuida luta pela causa animal, no bairro Macuco, em Santos, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, um dia antes de abandonar o animal, a mesma mulher esteve acompanhada de outra, tentando convencer a unidade a ficar com ele.

Imagens obtidas pela reportagem, nesta quarta-feira (21), mostram a mulher em frente ao instituto, na última segunda-feira (19). No dia seguinte, ela teria retornado ao local sozinha e deixado o animal abandonado com um pacote de 15 kg de ração premium (veja o vídeo acima).

Ao g1, Leila Abreu, que trabalha na ONG, disse que a mulher esteve no local dizendo que não podia e nem queria ficar com a cadela. “Ela sequer olhava para a cara da cachorra (…). Como é uma pessoa com condições, nós indicamos lar temporário. Ela poderia levar e pagar até conseguir um dono, pois era uma cachorrinha pequena, [mas] ela não queria nem ouvir, não quis saber”.



Após a ONG informar que estava sem vaga por causa da lotação e dos critérios para resgate, no dia seguinte, a mulher abandonou a cadela amarrada no local. “Como uma boa criminosa, ela se paramentou toda, com touca, óculos escuros e abandonou o animal lá com um saco de ração”, acrescentou Leila.

Ainda de acordo com Leila, o instituto foi informado que a mulher já havia abordado uma pessoa dizendo que se não arrumasse um tutor, entregaria o animal para um morador em situação de rua. “Elas não são brasileiras, falam castelhano. São pessoas totalmente insensíveis, com condições financeiras e que têm animais”.

“É gente lúcida, gente que sabe que aqui nesse país nada acontece com quem abandona [animais]”, disse Leila.

Leila reforçou que o instituto trabalha com pessoas de baixíssima renda, que moram em palafitas e pessoas em situação de rua, com quem realizam um projeto com aqueles que concordam em castrar o animal. “Uma vez por semana eles vão buscar ração com a gente e todo atendimento veterinário daquele animal é gratuito”.

“Essas pessoas, mesmo não tendo o que comer, quase totalidade delas, não abandonam seus animais (…). Eu gostaria muito que essa pessoa [que abandonou] fosse presa, mas isso não vai acontecer”, disse.

O instituto optou em não registrar Boletim de Ocorrência sobre o abandono. “Não dá para suportar mais a gente viver em um país que faz muita leizinha de bem-estar animal, mas não age quando há um flagrante de maus-tratos como esse. Mesmo que nós tivéssemos [registrado], não vai acontecer nada com a pessoa”.

A cachorra, que ainda está no cio, ficou muito assustada e em pânico com o abandono, segundo Leila, e está disponível para adoção.

Cadela foi abandonada amarrada no portão do Instituto de ONG animal em Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Instituto Viva Bicho

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-civil-de-praia-grande,-sp,-prende-lider-de-faccao-criminosa-que-fornecia-drogas-a-cracolandia

G1 Santos

Polícia Civil de Praia Grande, SP, prende líder de facção criminosa que fornecia drogas à Cracolândia

Lívio Bruno Neves da Silva, de 37 anos, foi localizado com documentos falsos, drogas, anotações do tráfico e um revólver. Lívio Bruno Neves da Silva, de 37 anos, foi preso nesta quarta-feira (21) — Foto: Polícia Civil A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Praia Grande, no litoral de São Paulo, prendeu nesta quarta-feira (21) uma das lideranças da facção que atua no fornecimento de drogas para a Cracolândia, na […]

today21 de junho de 2023 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%