G1 Santos

Mulher agredida por ex ganha guarda provisória e reencontra filhas levadas à força pelo pai: ‘alívio’

today20 de maio de 2023 17

Fundo
share close

A mãe, de 24 anos, reencontrou as filhas na última sexta-feira (19), pouco depois de Rodrigo Pinheiro Queiroz, de 27, ser preso em São Paulo. Ele é acusado de violência doméstica e de descumprir uma medida protetiva contra a ex-companheira. O suspeito pode receber pena de até nove anos de prisão pelo acúmulo de crimes, segundo a delegada da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos.

A mulher contou que não via as filhas desde 29 de abril, quando o ex-marido teria ido à casa da família dela em Santos, no litoral de São Paulo, e “tomado” as meninas à força, levando as crianças para a residência dele na capital. O outro filho do casal, também menor de idade, não foi levado pelo pai. O g1 não localizou a defesa do homem até a publicação desta matéria.

“O sentimento de estar com elas novamente é de felicidade, alívio e gratidão. […] de verdade, estou aliviada por saber que, pelo menos por ora, que ele [Rodrigo] não vai fazer nada”, disse a mulher.



Mulher vítima de tentativa de sequestro reencontrou as filhas após quase um mês — Foto: Arquivo Pessoal e Reprodução

A Justiça de Santos determinou, na última terça-feira (16), a guarda provisória unilateral das meninas para Gabrielle. Conforme apurado pelo g1, a juíza da 3ª Vara de Família e Sucessões ressaltou que Rodrigo teria 24h – a partir da decisão judicial – para entregar as filhas aos cuidados da mãe.

Segundo o advogado Antônio Sérgio de Oliveira Santana, que representa Gabrielle no caso, o momento do reencontro da mulher com as filhas apenas coincidiu com a data de prisão de Rodrigo, uma vez que o processo da guarda não tem relação direta com a detenção do homem.

“Aconteceu tudo junto [no mesmo dia]. Quando ela foi buscar as crianças, o porteiro do prédio informou que ele [Rodrigo] tinha acabado de ser preso, além de que as meninas estavam com a madrasta”, concluiu o profissional.

A tentativa de sequestro aconteceu no bairro Embaré, na segunda-feira (15). A vítima, que prefere não ser identificada, contou ao g1 ter sido surpreendida pelo homem ao sair de um carro, após uma corrida por aplicativo. Segundo a mulher, ele estava em um outro carro e a seguiu da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) até um comércio, onde ela entregaria um currículo.

Câmeras de monitoramento flagraram o momento em que o homem, que não teve o nome divulgado, saiu de um carro branco, cruzou a esquina a pé e, segundos depois, voltou segurando a mulher nos braços.

Mulher afirma ter sofrido tentativa de sequestro em Santos (SP) — Foto: Reprodução

Ele tentou forçar a vítima a entrar no veículo, mas não conseguiu. No vídeo, o homem aparece tentando empurrar a mulher para dentro do carro, pela porta do passageiro, enquanto ela resiste. A mulher tenta se desvencilhar, se jogando no chão e depois tentando se levantar ao ser jogada em direção ao banco.

Rapidamente, pessoas que passavam pela rua percebem o que estava acontecendo e retiram a vítima do local. É possível ver que o agressor ainda discute com parte das pessoas que estão passando, quando a mulher já não aparace mais nas imagens.

Por fim, o ex-marido da jovem entra novamente no automóvel e foge subindo a calçada. A situação durou aproximadamente dois minutos. O g1 não localizou a defesa do homem até a última atualização desta reportagem.

Violência contra mulher: como pedir ajuda

Violência contra mulher: como pedir ajuda

Relacionamento e medida protetiva

A jovem contou ao g1 que o relacionamento durou aproximadamente 10 anos e que, durante esse período, morou com o homem na capital paulista. Atualmente, ela vive na casa de familiares em Santos (SP). Eles têm três filhos juntos, sendo um menino e duas meninas, todos menores de idade.

A vítima já registrou quatro boletins de ocorrência contra o ex-marido, sendo a maioria deles por violência doméstica.

Jovem mostra hematomas após tentativa de sequestro no litoral de SP — Foto: Arquivo Pessoal

A mulher também contou ao g1 que foi agredida pelo suspeito durante o relacionamento e após o término. Os episódios de violência, segundo a vítima, aconteciam normalmente depois de desentendimentos entre eles. A Justiça de São Paulo determinou, em abril, uma medida protetiva que obriga o homem a manter uma distância de, pelo menos, 200 metros da jovem.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

em-hiroshima-para-participar-do-g7,-lula-se-encontra-com-o-primeiro-ministro-do-japao

G1 Mundo

Em Hiroshima para participar do G7, Lula se encontra com o primeiro-ministro do Japão

No Twitter, Lula disse que teve uma "ótima conversa" com o primeiro-ministro. Afirmou ainda que debateram a ampliação das relações empresariais entre os dois países. "Ótima conversa com o primeiro-ministro do Japão. Falamos sobre a necessidade de retomarmos e ampliarmos relações entre empresários e empresas dos dois países. Temos laços culturais com o Japão e uma grande comunidade nipo-brasileira. A ampliação de nossa parceria será importante para o crescimento de […]

today19 de maio de 2023 30

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%