G1 Santos

Mulher é multada em R$ 7 mil ao tentar vender sagui em feira livre de Guarujá, SP

today22 de setembro de 2023 13

Fundo
share close

Um filhote de sagui-de-tufos-pretos (Callithrix penicillata), que seria colocado à venda em uma feira livre, foi resgatado pela Polícia Militar Ambiental Marítima, em Guarujá, no litoral de São Paulo. O animal estava dentro de uma caixa de papelão, em condições precárias e insalubres. A funcionária da banca, que pretendia vender o animal, foi autuada em R$ 7 mil pela prática de crimes ambientais.

De acordo com a Polícia Ambiental, uma denúncia anônima realizada por telefone informou que um pequeno macaco estaria exposto à venda em uma caixa de papelão, no chão de uma feira livre, no bairro Jardim Las Palmas. Por conta disso, uma equipe do 3° Batalhão da PM Ambiental foi destinada ao local.

Ao chegar no endereço, os patrulheiros localizaram o animal armazenado em condições precárias e insalubres em uma banca da feira. Ele estava em uma pequena caixa de papelão, lacrada, com apenas alguns pequenos furos e sem água ou alimento.



Espécie de Sagui foi resgatada após ser exposta à venda em feira livre, em Guarujá — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Uma funcionária da banca presente durante o flagrante foi informada sobre os crimes cometidos e encaminhada à Delegacia Sede de Guarujá. Um boletim de ocorrência foi registrado e dois autos de Infração Ambiental foram lavarados, correspondentes aos crimes de maus tratos e exposição e/ou manutenção em cativeiro espécime nativa silvestre. Juntas, as infrações totalizam R$ 7 mil.

O proprietário do ponto foi identificado, a partir do alvará e, posteriormente, poderá ser chamado para prestar esclarecimentos, tanto para a Polícia Judiciária, quanto para uma Unidade de Atendimento Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

O animal não apresentava lesões aparentes ou debilidades, porém, não foi solto na natureza devido a especificidade da espécie em não sobreviver longe de seu bando. Ele passará por avaliação de um veterinário ou de um biólogo, para readaptação em uma instituição para posterior soltura.

Funcionária da banca foi encaminhada à Delegacia Sede de Guarujá e autuada em R$7 mil pela prática de crimes ambientais. — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

justica-de-sp-determina-que-todos-os-policiais-que-atuam-na-‘operacao-escudo’-passem-a-usar-cameras-corporais

G1 Santos

Justiça de SP determina que todos os policiais que atuam na ‘Operação Escudo’ passem a usar câmeras corporais

A ação tinha sido movida no início do mês contra o governo de SP pela Defensoria, em parecia com a ONG Conecta Direito Humanos. Na decisão liminar, o juiz Renato Augusto Pereira Maia, da 11ª Vara da Fazenda Pública da capital, determinou que 100% dos policias militar envolvidos nas ações da Baixada Santista passem a ter o aparelho acoplado ao uniforme. Na liminar, o juiz fez, ainda, três determinações principais […]

today22 de setembro de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%