G1 Santos

Mulher que matou jovem após errar tiro para acertar marido é julgada no litoral de SP

today12 de março de 2024 8

Fundo
share close

Zilma Rodrigues do Amaral, acusada de balear e matar acidentalmente uma jovem em Mongaguá, no litoral de São Paulo, é julgada nesta terça-feira (12), na Câmara Municipal da cidade. A ré errou o alvo ao atirar contra o companheiro e acabou acertando Andressa Silva Gouveia, de 22 anos, que não resistiu. O crime aconteceu em 2017.

Segundo a polícia, Andressa morava em Diadema (SP) e tinha ido passar um fim de semana em uma casa alugada no litoral paulista com um grupo de amigos, incluindo Zilma. Andressa estava sentada perto da piscina, quando foi atingida por um disparo de arma efetuado pela acusada. Zilma estava discutindo com o marido e tentou acertá-lo. A mulher fugiu logo após o crime, mas foi presa em 2018.

Atualmente, a ré cumpre pena em liberdade, conforme apurado pela TV Tribuna, afiliada da Globo na Baixada Santista. Diversos familiares de Andressa compareceram ao julgamento com camisetas em homenagem e pedindo Justiça pela vítima (veja abaixo).



Familiares de Andressa Silva Gouveia pediram justiça em julgamento. — Foto: Nina Barbosa/TV Tribuna

O julgamento teve início por volta de 10h na Câmara Municipal de Mongaguá. O processo conta com oito testemunhas, mas não foi divulgado o número de pessoas que serão ouvidas.

O julgamento não ocorre no Fórum da cidade, pois o local está passando por um processo de reestruturação após problema elétrico e só deve reabrir na sexta-feira (15).

“Espero que a assassina seja condenada. Desta forma, a justiça dos homens será feita. Com isso, seguiremos a nossa vida com uma dor absurda da ausência de nossa filha, mas pelo menos com a certeza de que aqui na Terra, a ré não ficou impune”, disse a mãe da vítima, Eunice Maria da Silva.

O crime aconteceu no dia 28 de outubro de 2017, em uma casa de veraneio no bairro Balneário Vila Seabra, em Mongaguá. Andressa chegou a ser socorrida e levada para o Pronto-Socorro de Mongaguá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois.

Segundo familiares, a vítima não conhecia Zilma, pois estavam na mesma casa a convite de uma amiga em comum, mas Andressa estava cuidando dos filhos da autora quando foi atingida.

O delegado Marcos Roberto da Silva, que registrou a ocorrência, disse na época que a autora dos disparos saiu acompanhada do marido – dono da arma – e dos três filhos, caminhando pela rua.

Caso aconteceu em uma casa alugada em Mongaguá, SP — Foto: Reprodução/TV Tribuna

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mulher-desaparece-apos-sair-de-casa-e-deixar-filhos-com-amiga-em-sp

G1 Santos

Mulher desaparece após sair de casa e deixar filhos com amiga em SP

A santista Amanda de Castro Lancha Lara, de 31 anos, desapareceu há 7 dias. Ela saiu de casa sem dizer para onde iria e deixou os dois filhos, de 10 e 5 anos, com a amiga em Itaquera, na zona leste de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, nesta terça-feira (12), a última mensagem enviada por Amanda à amiga pedia para que as crianças a aguardassem, pois ela os levaria […]

today12 de março de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%