G1 Mundo

Museu espanhol devolve à Polônia pinturas roubadas pelos nazistas durante Segunda Guerra Mundial

today26 de janeiro de 2023 8

Fundo
share close

O Museu de Pontevedra, na Espanha, devolveu duas pinturas do século 15 a autoridades da Polônia na quarta-feira (25), depois que foi determinado que as obras haviam sido roupadas pelas forças nazistas alemãs durante a Segunda Guerra Mundial.

As pinturas “Mater Dolorosa” e “Ecce Homo” foram originalmente atribuídas ao holandês Dieric Bouts (1415 – 1475), mas agora são atribuídas a uma pessoa desconhecida que trabalhava com o pintor.

Os espanhóis disseram que, em 2020, autoridades polonesas informaram que as obras haviam sido saqueadas pelas forças nazistas. Após todas as autorizações oficiais para a transferência serem finalizadas, as obras foram devolvidas.



Os nazistas roubaram as obras da coleção Czartoryski em Gołuchów, no centro da Polônia, quando a cidade foi ocupada pelos militares alemães na Segunda Guerra Mundial. Em 1973, as peças apareceram na capital da Espanha, Madrid, e estavam no Museu de Pontevedra desde 1994, quando foram adquiridas com mais de 300 obras de um colecionador espanhol.

A Polônia viu grande parte de seu patrimônio cultural destruído ou saqueado durante a ocupação de guerra do país pela Alemanha nazista e pela União Soviética. Cerca de 500.000 itens continuam desaparecidos, afirmam as autoridades.

O país tem feito esforços para recuperar o máximo de peças possível. O Ministério da Cultura tem um banco de dados de objetos desaparecidos e vasculha coleções estrangeiras e leilões. Quando localizam uma pintura, livro ou outro objeto polonês saqueado, eles informam as autoridades daquele país.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%