G1 Santos

Não ficar embaixo do guarda-sol e evitar bike na areia: veja dicas para se proteger de raios na praia

today21 de janeiro de 2024 1

Fundo
share close

⛈️Em 10 anos, de 2013 a 2022, 835 pessoas morreram no Brasil com descargas elétricas, de acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A intensidade típica de um raio é de 20 mil ampères, cerca de mil vezes a intensidade de um chuveiro elétrico.

☀️A maior parte das mortes acontece durante o verão – época em que as altas temperaturas e umidade do ar favorecem a formação de tempestades e raios.

🚨Os raios podem acontecer pouco antes de a chuva começar ou no estágio final da tempestade. Segundo o Inpe, as pessoas devem buscar abrigo assim que vejam nuvens carregadas no céu ou escutem um trovão. Quando acabar a chuva, evite ir imediatamente para lugares abertos ou para a água.



O capitão Maycon Cristo, do Corpo de Bombeiros, disse ao g1 que é importante deixar a praia o mais rápido possível e não esperar a chuva começar. “Como é um campo aberto, não tem para-raio, se estiver só você na praia, você vai servir de para-raio”. Ele explicou ainda que o raio atinge o ponto mais alto e tudo que está em volta, por isso é comum várias pessoas se ferirem com a mesma descarga elétrica.

➡️ Saiba o que fazer se estiver na praia sob risco de uma tempestade:

  • Saia imediatamente do mar;
  • Não caminhe às margens da água na faixa de areia ou calçadão;
  • Fique longe de estruturas metálicas, ou seja, não fique embaixo de guarda-sóis, tendas e quiosques;
  • Evite andar de bicicleta na faixa de areia. Além de ser um objeto metálico, ele deixa a pessoa em um ponto mais alto;
  • Não fique próximo a embarcações atracadas;
  • Não realize atividades de pesca navegando em embarcações ou na beira da água;

➡️Veja as opções mais seguras para se abrigar:

  • Entre em moradias ou prédios, mantendo distância das redes elétrica, telefônica e hidráulica, de portas e janelas metálicas;
  • Entre em um veículo não conversível e feche as portas e vidros, evitando contato com a lataria;
  • Entre em abrigos subterrâneos, tais como metrôs ou túneis.

Em locais ao ar livre, em último caso, se não houver abrigo seguro por perto, a orientação do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) é se agachar e manter os pés juntos até a tempestade passar. Não deite.

Se alguém for atingido, o Corpo de Bombeiros deve ser acionado o mais rápido possível. “É uma descarga elétrica muito alta, a pessoa pode ter lesões no corpo, feridas abertas e parada cardíaca”, informou o capitão Maycon. Caso a vítima não tenha pulsação, pode ser iniciada massagem cardíaca enquando os bombeiros não chegam ao local.

Aumento de incidência de raios no Brasil

Banhistas são atingidos por raio em praia do litoral de SP

Banhistas são atingidos por raio em praia do litoral de SP

A incidência de raios no Brasil tem aumentado nos últimos anos, segundo o Inpe. A formação dos raios está associada a tempestades, cada vez mais frequentes por causa das mudanças climáticas.

Veja o número de descargas elétricas nos últimos anos:

  • 2021: 154.036.786
  • 2022: 191.419.672
  • 2023/jan a nov: 208.906.173

Fenômeno da ‘nuvem prateleira’ foi registrado na Baixada Santista antes de tempestade — Foto: Vanessa Rodrigues/A Tribuna Jornal

Entenda como se formam os raios

Entenda como se formam os raios




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

fogos-de-artificio-falham-e-sao-disparados-contra-o-publico-durante-maior-espetaculo-de-areia-do-mundo;-video

G1 Santos

Fogos de artifício falham e são disparados contra o público durante maior espetáculo de areia do mundo; VÍDEO

Uma sequência de disparos de fogos de artifício foi na direção do público que assistia ao show de luzes da 41ª Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, no litoral de São Paulo. Imagens obtidas pelo g1 mostram o momento em que ocorre a falha, e os artefatos pirotécnicos tomam direção da Praia do Gonzaguinha. A prefeitura informou, em nota, que ninguém ficou ferido (assista acima). "Foi pra cima […]

today21 de janeiro de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%