G1 Mundo

No Fórum Econômico em Davos, Javier Milei diz que quer manter uma relação ‘adulta’ e comercial com o Brasil

today17 de janeiro de 2024 7

Fundo
share close

A declaração foi dada após responder a uma pergunta da repórter Bianca Rothier, da GloboNews, sobre como estão as relações com o governo brasileiro. Milei, um ultraliberal, recebeu apoio na campanha do ex-presidente Jair Bolsonaro, adversário político de Lula.

Ele afirmou também que ter uma relação adulta significa que “seguiremos tendo relações comerciais e trabalharemos para entrarmos juntos na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)”.

Ao ser perguntado se isso é difícil, ele disse que “nada é fácil na vida”.



Javier Milei em 17 de janeiro de 2024 — Foto: Denis Balibouse/Reuters

Essa é a primeira viagem ao exterior de Milei depois que ele foi eleito como presidente da Argentina. O Fórum Mundial de Economia acontece todos os anos em Davos, na Suíça, e reúne grandes empresários, líderes de países e economistas.

A viagem é um teste para Milei, um político relativamente novo que assumiu o cargo no mês passado após uma rápida ascensão. Ele ficou conhecido como um economista que participava de programas de TV em seu país no papel de comentarista.

Ele afirmou em seu discurso que o socialismo é um fenômeno que cria pobreza. “O capitalismo de livre iniciativa é a única ferramenta que temos para acabar com a fome e a pobreza”, disse ele.

Durante seu discurso, Milei se concentrou no papel do Estado em uma ampla gama de atividades, que, segundo ele, se resumem a alavancas de controle, em vez de permitir que os cidadãos tenham a liberdade de prosperar por meio de seus próprios esforços.

A caminho da Suíça em um jato comercial, Milei disse que estava participando do Fórum Econômico Mundial para “plantar a ideia de liberdade em um fórum contaminado pela agenda socialista de 2030”.

Encontros com ministro britânico e diretora do FMI

Antes do discurso, Milei se reuniu com o ministro das Relações Exteriores britânico, David Cameron, e estava pronto para um encontro com a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva (a Argentina fechou um acordo a nível de equipe na semana passada para salvar seu programa de empréstimo de US$ 44 bilhões, cerca de R$ 216 bilhôes, com o Fundo).

“Conversamos sobre o aprofundamento dos laços comerciais, o apoio que eles nos darão no FMI e como promover os investimentos britânicos na Argentina”, disse Milei após sua reunião com Cameron, de acordo com um relato compartilhado por seu escritório.

A Argentina e o Reino Unido têm um conflito de política externa de longa data sobre a soberania das Ilhas Falkland, administradas pelos britânicos, onde travaram uma breve guerra em 1982. O governo da Argentina disse que o assunto foi abordado, sem acrescentar detalhes.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

em-corte-de-justica,-escritora-que-diz-ter-sido-estuprada-por-trump-o-chama-de-mentiroso-na-cara-dele

G1 Mundo

Em corte de Justiça, escritora que diz ter sido estuprada por Trump o chama de mentiroso na cara dele

"Estou aqui porque Donald Trump me agrediu e, quando escrevi sobre isso, ele disse que nunca havia acontecido", disse Carroll no tribunal federal de Manhattan, em seu segundo processo civil contra Trump. "Ele mentiu, e isso abalou minha reputação", afirmou ela. Trump está presente na corte porque ele quer testemunhar. Trump toma bronca do juiz O ex-presidente foi repreendido pelo juiz na sala. O magistrado afirmou que Trump estava falando […]

today17 de janeiro de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%