G1 Mundo

O que é a abaya, vestido islâmico que França proibiu meninas de usar na escola

today6 de setembro de 2023 4

Fundo
share close

Mas, apesar do veto oficial, quase 300 alunas chegaram às salas de aula nesta segunda-feira (04/09), dia em que as aulas começaram, vestindo a roupa que as identifica com sua cultura.

Segundo dados do Ministério da Educação francês, a maioria das jovens tinha 15 anos ou mais.

Após um diálogo com funcionários da escola, a maioria das adolescentes concordou em se vestir de maneira diferente e foi autorizada a participar das aulas.



No entanto, 67 meninas se recusaram a obedecer e foram mandadas para casa.

Agora, haverá um novo período de diálogo com as famílias das jovens. Se não houver um entendimento, elas serão expulsas.

A abaya é um vestido ou manto longo, esvoaçante e leve que vai dos ombros ao chão e cobre todo o corpo, exceto cabeça, pescoço, mãos e pés.

É uma vestimenta usada pelas mulheres no mundo muçulmano e é semelhante à djellaba – peça típica do Marrocos – ou ao caftan.

Tradicionalmente, as abayas são pretas, mas podem ter alguns enfeites.

Já as djellabas são de cor clara e os caftans usam cores mais vivas.

A abaya não deve ser confundida com o hijab, o lenço ou véu mais comumente usado na cabeça pelas mulheres muçulmanas. Embora, de acordo com o Islã, ambas as vestimentas devam ser usadas juntas.

Em alguns países da Península Arábica, o uso da abaya é obrigatório para as mulheres.

A abaya também é usada no norte da África.

As abayas são normalmente pretas, mas há modelos com adornos em outras cores — Foto: Getty Images/Via BBC

A França proíbe estritamente símbolos religiosos em escolas públicas e edifícios governamentais, argumentando que eles violam leis seculares.

O uso do lenço na cabeça é proibido desde 2004 nas escolas públicas.

A nova proibição surge após meses de debate sobre o uso de abayas nas escolas francesas.

A vestimenta era cada vez mais utilizada em sala de aula, o que gerava uma divisão política em torno do tema.

Os partidos de direita pressionaram pela proibição, enquanto os partidos de esquerda citavam preocupações sobre os direitos das mulheres e meninas muçulmanas.

As características dessa peça geraram polêmica porque ela não é muito diferente de outros vestidos, como mostrou a ex-ministra francesa Cécile Duflot na rede social X (antigo Twitter).

Duflot mostrou que havia postado a foto de um vestido longo e esvoaçante perguntando se o consideravam um “ataque à secularidade” e, diante de respostas contra a peça, revelou que se tratava de uma peça da Gucci.

Em 2010, a França proibiu o uso de véus que cobrem todo o rosto em público, provocando indignação na comunidade muçulmana do país, composta por cinco milhões de pessoas.

A França impôs uma proibição estrita de símbolos religiosos nas escolas desde o século 19, incluindo os cristãos, impedidos de usar grandes cruzes, num esforço para conter qualquer influência religiosa na educação pública.

Refletindo a mudança da sua população, o país atualizou a lei ao longo dos anos para incluir o véu muçulmano e o quipá judaico, mas as abayas não haviam sido totalmente proibidas até agora.

Citando os 12 milhões de adolescentes que retomaram as aulas na segunda-feira, o governo diz que os números mostram que a sua proibição foi amplamente aceita.

Uma contestação legal apresentada por um grupo que representa alguns muçulmanos será levada aos tribunais franceses.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

desfile-civico-militar-em-vicente-de-carvalho-coroa-semana-da-patria-2023

Prefeitura de Guarujá

Desfile cívico-militar em Vicente de Carvalho coroa semana da Pátria 2023

A Prefeitura encerrará a programação nesta quinta-feira (7), com o arriamento do Pavilhão Nacional Em Guarujá, nem a chuva forte tirou o brilho da manhã desta quarta-feira (6) no Distrito de Vicente de Carvalho. O tradicional desfile cívico-militar na Avenida Santos Dumont atraiu moradores e visitantes de diversas regiões. A programação da Prefeitura de Guarujá teve 1h30 de duração e faz parte da Semana da Pátria 2023, que será encerrada neste […]

today6 de setembro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%