G1 Mundo

O suposto balão espião da China que deixam EUA em alerta

today3 de fevereiro de 2023 12 1

Fundo
share close

Oficiais de defesa disseram ter quase certeza que o “balão de vigilância de elevada altitude” pertence à China. O objeto foi avistado recentemente sobrevoando o Estado de Montana.

Os militares decidiram não derrubá-lo para evitar a queda dos destroços.

Na sexta-feira (3/2), o governo do Canadá disse que está monitorando “um possível segundo incidente” envolvendo um balão de vigilância, mas não disse qual país poderia estar por trás disso.



O governo afirmou no comunicado que está trabalhando em estreita colaboração com os EUA para “proteger as informações confidenciais do Canadá contra ameaças de inteligência estrangeiras”.

O objeto sobrevoou as Ilhas Aleutas do Alasca e parte do território do Canadá até chegar na cidade de Billings, em Montana, na quarta-feira (1/2), disseram autoridades.

Um funcionário de alto escalão da Defesa disse, sob condição de anonimato, que o governo já está com caças de prontidão — incluindo F-22s — caso a Casa Branca ordene o abate do objeto.

Os principais líderes militares americanos — como o secretário de Defesa, Lloyd Austin, e o general Mark Milley, comandante do Estado-Maior dos EUA — reuniram-se na quarta-feira para avaliar a ameaça.

Montana, um Estado pouco povoado, abriga um dos três únicos campos de mísseis nucleares do país, na Base Aérea de Malmstrom.

Autoridades disseram que o objeto parecia estar sobrevoando locais com informações de segurança para coletar dados.

Mas eles não recomendaram nenhum tipo de ataque contra o balão por causa do perigo de os destroços caírem em locais habitados.

O oficial de Defesa disse que não havia “ameaça significativa” de comprometimento de dados de inteligência dos EUA porque as autoridades americanas “sabem exatamente onde este balão está e exatamente por onde ele está passando”.

O objeto misterioso interrompeu voos no Estado de Montana na quarta-feira (1/2) — Foto: Chase Doak via Reuters

Ele também disse não existir ameaça à aviação civil, pois o balão estava “significativamente” acima da altitude usada pelas companhias aéreas comerciais.

O funcionário disse que é improvável que o balão forneça mais informações além do que a China já consegue coletar usando satélites.

Os EUA levaram o assunto a autoridades chinesas nas embaixadas de Washington e Pequim, acrescentou o funcionário.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Mao Ning, disse que Pequim está verificando os relatórios sobre o balão, e que “até que os fatos sejam claros, fazer conjecturas e exagerar o tema não ajudará a resolvê-lo da forma adequada”, segundo a agência de notícias AFP.

Durante o briefing de quinta-feira no Pentágono, as autoridades se recusaram a divulgar a localização atual da balão. Eles também se recusaram a fornecer mais detalhes do objeto, incluindo seu tamanho.

“Houve relatos de pilotos que avistaram essa coisa, embora ela esteja bem alto no céu”, disse o oficial de defesa não identificado. “Então o balão é relativamente grande.”

Autoridades americanas disseram que balões de vigilância foram identificados nos últimos anos, mas este “parecia estar pairando por um longo período de tempo”.

O objeto voador agitou as mídias sociais em Montana. Alguns usuários postaram imagens de um objeto redondo e branco no céu. Outros disseram ter visto aviões militares dos EUA na área, aparentemente monitorando o objeto.

Chase Doak, que trabalha em uma empresa em Billings, disse à agência de notícias Associated Press que notou o “grande círculo branco no céu” e foi para casa para tentar vê-lo com uma câmera melhor.

“Eu pensei que talvez fosse um verdadeiro ovni “, disse ele. “Eu quis documentar e tirar o máximo de fotos possível.”

A mídia estatal chinesa não noticiou o incidente, mas o assunto está sendo amplamente debatido nas mídias sociais chinesas. Muitos estão se divertindo com a história.

“Temos tantos satélites, por que precisaríamos usar um balão?”, escreveu um usuário na rede chinesa Weibo.

O senador Marco Rubio, o principal republicano no Comitê de Inteligência do Senado, atacou o suposto balão da China.

“O nível de espionagem direcionado ao nosso país por Pequim cresceu drasticamente [e vem sendo] mais intenso e ousado nos últimos 5 anos”, escreveu Rubio no Twitter.

O governador de Montana, Greg Gianforte, também republicano, disse em um comunicado que foi informado sobre a situação “profundamente preocupante”.

Em um evento em Washington na quinta-feira, o diretor da CIA, William Burns, não fez menção ao balão, mas chamou a China de “o maior desafio geopolítico” enfrentado pelos EUA na atualidade.

O suposto balão de espionagem provavelmente aumentará as tensões antes da visita do secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, à China na próxima semana. Será a primeira visita ao país de um secretário de gabinete do governo do presidente Joe Biden.

O principal diplomata dos EUA estará em Pequim para conversar sobre diversos assuntos, como segurança, Taiwan e covid.

Ele também se encontrará com o presidente chinês, Xi Jinping, segundo o jornal Financial Times.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

sirenes-de-ataque-aereo-acionadas-em-kiev-antes-de-reuniao-ucrania-ue

G1 Mundo

Sirenes de ataque aéreo acionadas em Kiev antes de reunião Ucrânia-UE

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, chegou na quinta-feira a Kiev, acompanhada do chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, e de 15 comissários europeus. "Não haverá trégua em nossa determinação. Também iremos apoiar a Ucrânia em cada passo de sua jornada para a UE, escreveu o presidente da UE, Charles Michel, no Twitter na manhã de sexta-feira, com uma foto sua em uma praça central de Kiev. […]

today3 de fevereiro de 2023 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%