Gospel Prime

ONU pede que Brasil descriminalize aborto

today12 de maio de 2023 12

Fundo
share close

Órgãos da ONU recomendaram ao governo brasileiro que reavalie suas políticas de saúde sexual e reprodutiva, assim como seu Código Penal. O comitê da ONU sugeriu a descriminalização do aborto no Brasil alegando suposta alta nas taxas de mortalidade materna, principalmente entre a população mais vulnerável.

De acordo com a ONU, o Brasil precisa melhorar o acesso das mulheres à saúde sexual e reprodutiva, especialmente entre as afro-brasileiras, indígenas e quilombolas, com o objetivo de reduzir a taxa de mortalidade materna.

Outra recomendação é a revisão do Código Penal para descriminalizar a interrupção voluntária da gravidez, levando em conta as diretrizes da Organização Mundial da Saúde atualizadas em 2022. A ONU também recomenda que todas as mulheres, incluindo as pertencentes a grupos desfavorecidos, possam ter acesso seguro e digno à interrupção voluntária legal da gravidez, sem serem assediadas ou criminalizadas, e recebam assistência médica após o aborto, independentemente de ser legal ou ilegal.

O comitê da ONU também pediu que o governo brasileiro aumente o treinamento antirracismo e baseado nos direitos humanos de todos os profissionais de saúde envolvidos na prestação de cuidados de saúde sexual e reprodutiva às mulheres afro-brasileiras, indígenas e quilombolas. A entidade ainda exige a responsabilização e reparação de quaisquer formas de violência obstétrica.

Nos últimos quatro anos, durante a gestão do presidente Jair Bolsonaro, o Brasil se posicionou de maneira contra o aborto em debates internacionais e chegou a formar uma aliança com países conservadores do mundo.



Mesmo se dizendo contrário ao aborto, o petista Lula tratou de retirar o país do grupo contra o assassinato de bebês em ventre materno assim que tomou o poder.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

prefeitura-de-cubatao,-sp,-encerra-contrato-com-empresa-de-limpeza-escolar-apos-greve-de-funcionarios

G1 Santos

Prefeitura de Cubatão, SP, encerra contrato com empresa de limpeza escolar após greve de funcionários

A Prefeitura de Cubatão (SP) decidiu não dar continuidade ao contrato com a Safe, empresa responsável pelo serviço de limpeza nas escolas municipais, após o início da greve dos funcionários. Por causa da paralisação, as aulas foram suspensas nas unidades escolares nesta quinta (11) e sexta-feira (12). Em nota, a Administração Municipal informou que realizará uma contratação emergencial para suprir o serviço de limpeza. Sendo assim, a previsão é que […]

today12 de maio de 2023 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%