G1 Mundo

‘Orem por nós’, diz palestino que viveu 16 anos no Brasil e está no sul de Gaza

today14 de outubro de 2023 3

Fundo
share close

O engenheiro civil, que vive no sul de Gaza, já havia recebido no prédio de três andares parte dos familiares que perderam a casa em bombardeios nos últimos dias. Mas nesta sexta-feira (13) outras 10 famílias foram acolhidas por ele após o ultimato israelense.

Antes disso, a falta de comida já preocupava Mohamed. “A alimentação é muito difícil, é só o básico: pão. Se conseguir um ovo frito, é como se você fosse para um restaurante”, disse à GloboNews, em um dos poucos momentos em que conseguiu internet, embora ainda estivesse no breu, causado pelo corte de luz.

No único momento em que ele saiu para comprar comida para a família, uma bomba caiu a apenas 200 metros. “Eu fui comprar alimento no meio da guerra e quando eu tava lá na cidade caiu uma bomba muito perto de mim”, contou.



Mohamed já passou por cinco guerras. Ele nasceu nos Emirados Árabes e veio para o Brasil com apenas oito meses, após a família deixar o país por causa da guerra do Golfo.

Ele morou por 16 anos no Rio de Janeiro, até que em 2006 voltou para Gaza para visitar a família. Desde então, foram sucessivas guerras que não o deixaram sair da região.

Mohamed Al-Assar, palestino que viveu 16 anos no Brasil, com o filho — Foto: Arquivo pessoal

“Eu vi a guerra de 2008, 2012, 2014 e 2021, mas nenhuma está sendo nem de perto igual a essa, que está muito mais sangrenta. Estão destruindo tudo, bairros inteiros”, diz. “Não teve trégua até hoje nessa guerra. Em 2014, a guerra durou 50 dias, mas tinha tréguas de 6 horas, de 24 horas, para poder sair, comprar as coisas básicas.”

Como não nasceu no Brasil e não conseguiu concluir o pedido de cidadania brasileira, ele não pode pedir resgate ao Itamaraty, como os 22 brasileiros que estão recebendo apoio para serem retirados da região.

Sua maior preocupação é com os dois filhos, de 2 e 4 anos. “Eu, minha esposa, minha mãe, a gente entende o que é a guerra. Mas uma criança pequena não tem como entender, quando ouve barulho de bombas descendo, subindo. O que você vai explicar para ela? Eu tento dizer que é uma festa”, narra. “Nós ficamos com medo, mas a situação mais difícil é você ver seus filhos com medo.”

G1 Explica: o conflito violento entre Israel e Palestina que dura mais de 70 anos

G1 Explica: o conflito violento entre Israel e Palestina que dura mais de 70 anos

Ele deu entrevista no último andar da casa, onde tinha internet. Mas também era o menos seguro: está de frente para o mar de Gaza, de onde Israel tem enviado uma série de ataques de navios contra a cidade.

“Lá tem navios de guerra, quando eles atacam, aí tenho medo de pegar aqui na janela, por erro ou por acerto. O outro lado da casa já é mais seguro um pouco”, diz sobre o térreo e embaixo das escadas, onde todos se juntam, na tentativa de se proteger.

A família têm carregado celulares com baterias extras, geradores e nas poucas horas que a energia é restabelecida.

Mohamed diz, resignado, que não tem mais o que possam fazer. “Todo mundo em Gaza já tem um parente ou amigo morto. A morte já entrou em todas as casas”. Sem saída, “no momento o que resta é esperar acabar a guerra”, diz.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

aviao-com-brasileiros-deve-sair-de-local-proximo-a-fronteira-com-gaza,-e-nao-mais-do-cairo,-diz-ministro

G1 Mundo

Avião com brasileiros deve sair de local próximo à fronteira com Gaza, e não mais do Cairo, diz ministro

Vieira afirmou que espera que essa retirada possa ser feita neste sábado (14). O governo mantém contato com 22 brasileiros que estão na Faixa de Gaza e, em razão da guerra, querem voltar para o país. A Faixa de Gaza tem sido alvo de bombardeios de Israel desde que o grupo Hamas, que tem base na Palestina, fez ataques contra o território israelense, no fim de semana. Inicialmente, o Brasil […]

today14 de outubro de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%