G1 Mundo

Otan reafirma intenção de ter a Ucrânia como membro, mas só não diz quando

today12 de julho de 2023 11

Fundo
share close

Na reunião, em Vilnius, na Lituânia, os 31 membros concordaram que o futuro da Ucrânia é na Otan, mas deixaram em aberto o momento em que a adesão será efetivada.

Segundo o secretário-geral, a oferta se dará “quando os aliados concordarem que haja condições para isso”. Ou seja, não se dará no meio de uma guerra. Primeiro, considerou ele, é preciso assegurar a vitória contra a Rússia.

“Hoje nos encontramos como iguais. Estou ansioso pelo dia em que nos encontrarmos como aliados”, ponderou Stoltenberg.



Na véspera, Zelensky foi duro e mostrou dúvidas sobre as intenções da Otan.

“Palavras vagas sobre ‘condições’ são adicionadas mesmo para convidar a Ucrânia. Parece que não há disposição nem para convidar a Ucrânia para a OTAN nem para torná-la membro da aliança”, escreveu o presidente.

A oferta ainda é vaga e reavivou a memória da reunião de cúpula da Otan há 15 anos, em Bucareste, quando a aliança acenou com a adesão de Ucrânia e Geórgia, na presença do presidente russo, Vladimir Putin.

Pouco tempo depois, a Rússia invadiu duas regiões da Geórgia – Ossétia do Sul e Abkhazia – e, em 2014, anexou ilegalmente a Crimeia, na Ucrânia, e apoiou a insurgência separatista na região de Donbass.

Os líderes da aliança ponderam que a diferença é que agora a Otan concorda em isentar a Ucrânia de uma das duas etapas do processo de adesão. Assim como ocorreu com Finlândia e Suécia, o país não precisará passar pelo Plano de Ação de Adesão, em que os candidatos precisam atender a uma série de requisitos, que tornam moroso o processo de ingresso.

OTAN concorda em inserir a Ucrânia ao bloco militar

OTAN concorda em inserir a Ucrânia ao bloco militar

Outra novidade é que a Ucrânia passará a integrar um novo conselho da Otan, criado especialmente para o país, e que já começou a funcionar nesta reunião de cúpula. O objetivo é aumentar suas defesas contra a Rússia e impedir futuras agressões.

O G7 deve anunciar também, nesta quarta-feira, mais um pacote de ajuda ao país.

Embora ainda falte um cronograma concreto para o ingresso na Otan, estas garantias de segurança do Ocidente à Ucrânia foram suficientes para irritar o Kremlin.

Conforme reagiu o porta-voz Dmitry Peskov, com a habitual retórica ameaçadora, trata-se de um erro perigoso que afetaria a segurança da Rússia e exporia a Europa a riscos maiores nos próximos anos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

a-mulher-que-salvou-a-estatua-da-liberdade

G1 Mundo

A mulher que salvou a Estátua da Liberdade

Localizada em Nova York e com altura de 93 metros, a mulher com túnica representa Libertas, a deusa romana da liberdade. Com a mão direita, ela ergue uma tocha sobre a cabeça, que ostenta uma coroa. Na mão esquerda, ela segura uma tábua com a inscrição da data, em números romanos, de 4 de julho de 1776 — o dia em que os Estados Unidos adotaram sua Declaração de Independência. […]

today12 de julho de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%