G1 Mundo

Países assinam Declaração de Belém e definem agenda comum para a Amazônia

today9 de agosto de 2023 4

Fundo
share close

O documento é fruto da Cúpula de Belém e foi negociado durante um mês e meio a partir de uma proposta brasileira, que também mediou as negociações com as delegações estrangeiras.

Segundo o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, a declaração é “um texto denso, importante”. “São tratadas questões de grande interesse para a região Amazônia em matéria de saúde, educação, policiamento, ação conjunta contra tráfico de maneiras ou minerais, ciência e tecnologia, enfim, todas as áreas estão contempladas”, disse.

A íntegra da Declaração ainda não havia sido divulgada até a última atualização desta reportagem. O Itamaraty informou que um dos compromissos será o de lançamento da Aliança Amazônica de Combate ao Desmatamento. A aliança se balizará por metas nacionais de desmatamento, como a de desmatamento zero até 2030 no caso do Brasil.



O fortalecimento da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) também foi estabelecido de forma consensual.

O governo brasileiro ofereceu o Centro de Cooperação Policial Internacional em Manaus para a cooperação entre as polícias dos oito países.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

8-paises-assinam-a-declaracao-de-belem-e-definem-1a-agenda-conjunta-para-defesa-da-amazonia

G1 Mundo

8 países assinam a Declaração de Belém e definem 1ª agenda conjunta para defesa da Amazônia

As primeiras reações ao texto ficaram divididas entre dois extremos: por um lado, o documento recebeu elogios por tocar nos temas fundamentais para a preservação do bioma e por sinalizar, pela 1ª vez, a elaboração de uma agenda conjunta entre Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela;mas foi criticado por falta de metas comuns, pela falta de definição de recursos e de mais medidas concretas contra a degradação […]

today9 de agosto de 2023 20

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%