G1 Mundo

Papa critica guerras e faz referência à Ucrânia na Missa do Galo

today25 de dezembro de 2022 16

Fundo
share close

O discurso foi visto como uma referência à guerra da Ucrânia. Desde o início do conflito, o pontífice tem adotado uma postura crítica à invasão russa ao país vizinho em suas missas e discursos.

“Homens e mulheres em nosso mundo, em sua fome de riqueza e poder, consomem até mesmo seus vizinhos, seus irmãos e irmãs”, disse o Papa. “Quantas guerras já vimos! E em quantos lugares, ainda hoje, a dignidade e a liberdade humanas são tratadas com desprezo!”

Francisco celebra o 10º Natal de seu pontificado. A cerimônia de véspera de Natal deste ano foi a primeira com capacidade para cerca de 7 mil pessoas desde o início da pandemia.



Outras 4 mil participaram do lado de fora, na Praça de São Pedro, em uma noite relativamente quente para o início do inverno no Hemisfério Norte.

Basílica de São Pedro, no Vaticano, durante a Missa do Galo, presidida pelo papa Francisco, em 24 de dezembro de 2022. — Foto: Gregorio Borgia/ AP

Como tem acontecido nos últimos meses, um problema no joelho impediu Francisco de ficar de pé por longos períodos. Coube a um cardeal ser o principal promotor da cerimônia no altar da basílica.

Sentado ao lado do altar durante a maior parte da missa, Francisco focou seu sermão em torno do tema da ganância e do consumo em vários níveis. Ele pediu às pessoas que olhem além do consumismo que “embalou” a festa de Natal para redescobrirem seu significado e lembrarem aqueles que sofrem com a guerra e a pobreza.

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, em fevereiro, Francisco se manifestou contra a guerra em quase todos os eventos públicos, pelo menos duas vezes por semana, denunciando o que chama de atrocidades e agressão não provocada.

No sermão deste sábado, porém, o pontífice não citou o nome da Ucrânia e fez apenas referências indiretas ao conflito.

“Como sempre, as principais vítimas desta ganância humana são os fracos e os vulneráveis”, disse ele, denunciando “um mundo faminto por dinheiro, poder e prazer”.

“Penso sobretudo nas crianças devoradas pela guerra, pela pobreza e pela injustiça”, disse o Papa, referindo-se também às “crianças nascituras, pobres e esquecidas”.

Traçando um paralelo entre Jesus nascido em uma manjedoura e a pobreza de hoje, Francisco disse: “Na manjedoura da rejeição e do desconforto, Deus se faz presente. Ele vem porque ali vemos o problema de nossa humanidade: a indiferença produzida pela pressa gananciosa de possuir e consumir.

Francisco completou 86 anos na semana passada. Neste domingo (25), ele deve fazer sua bênção e a tradicional mensagem “Urbi et Orbi” (para a cidade e para o mundo) do balcão central da Basílica de São Pedro diante de milhares de fiéis.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘amanha-nao-atirem,-nos-nao-atiraremos’:-a-tregua-de-natal-entre-soldados-da-primeira-guerra-mundial-que-foi-marcada-por-presentes-e-futebol

G1 Mundo

‘Amanhã não atirem, nós não atiraremos’: a trégua de Natal entre soldados da Primeira Guerra Mundial que foi marcada por presentes e futebol

Alguns meses antes do início da Primeira Guerra Mundial, alemães, franceses e britânicos lutavam nas frentes de batalha na Bélgica e na França. Mas algo incrível aconteceu em alguns pontos da Frente Ocidental, em uma área conhecida como 'Terra de Ninguém'. "Estávamos na linha de frente, a cerca de 270 metros dos alemães e na véspera de Natal cantávamos canções natalinas e os alemães também", contou anos depois o soldado […]

today25 de dezembro de 2022 193

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%