G1 Mundo

Parlamento da UE: resultados parciais confirmam guinada conservadora, mas freiam expansão da extrema direita

today10 de junho de 2024 6

Fundo
share close

No entanto, a contagem de votos indicou também que a ascensão da extrema direita foi menor que a esperada, e que a direita tradicional deve conseguir, através de alianças, garantir o poder. Siglas da esquerda sofreram derrotas significativas, mas a maior derrota foi a de partidos ecologistas, mostrou também o resultado parcial.

Segundo os resultados parciais, o Partido Popular europeu — sigla de centro-direita e conservadora — havia angariado a maior parte dos votos e tinha 185 dos 720 assentos do Parlamento europeu.

Até a última atualização desta reportagem, já havia resultados finais em 12 dos 27 países que participam do Parlamento europeu: Bélgica, Croácia, Chipre, República Tcheca, França, Alemanha, Grécia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polônia e Eslováquia.



Em outros 14 Estados membros — Áustria, Bulgária, Dinamarca, Estônia, Finlândia, Hungria, Itália, Letônia, Holanda, Portugal, Romênia, Eslovênia, Espanha e Suécia — os resultados eram parciais. E em um país, a Irlanda, a contagem ainda não estava disponível.

O comparecimento médio dos eleitores do bloco às urnas foi de 50,8%, ainda de acordo com a contagem parcial do Parlamento europeu — o voto era obrigatório apenas em quatro países.

Parlamento Europeu: Macron dissolve Legislativo e convoca novas eleições na França

Parlamento Europeu: Macron dissolve Legislativo e convoca novas eleições na França

O presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, recordou nesta segunda-feira (10) os “danos causados na Europa pelo nacionalismo e o ódio”, durante uma cerimônia em uma cidade francesa destruída pela Alemanha nazista, um dia após o avanço da extrema direita nas eleições europeias.

“De maneira apropriada, no dia seguinte às eleições europeias, eu digo: Nunca esqueçamos os danos causados na Europa pelo nacionalismo e pelo ódio”, alertou Steinmeier em Oradour-sur-Glane, no sudoeste da França, ao lado de seu homólogo francês, Emmanuel Macron.

Ao longo das últimas cinco eleições para o Parlamento Europeu, a participação e as preferências dos jovens mudaram significativamente em resposta a vários factores socioeconómicos, políticos e culturais. É claro que a União Europeia é política e socialmente diversificada, o que significa que esta evolução não tem sido uniforme entre os Estados-Membros – reflecte uma enorme variedade de preocupações locais e contextos socioeconómicos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

espanhois-que-fizeram-ataque-racista-a-vinicius-jr.-sao-condenados-a-oito-meses-de-prisao

G1 Mundo

Espanhóis que fizeram ataque racista a Vinicius Jr. são condenados a oito meses de prisão

A sentença é a primeira condenação na Espanha por um caso de racismo no futebol. E também a primeira da onda de casos de racismo contra o brasileiro no ano passado no país europeu, onde ele joga pelo Real Madrid (leia mais abaixo). A sentença também proíbe os condenados a entrar em qualquer estádio de futebol na Espanha durante dois anos. Um deles foi identificado pelo próprio Vinicius Jr. ao […]

today10 de junho de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%