G1 Mundo

Parlamento europeu aprova resolução que condena ataques em Brasília

today19 de janeiro de 2023 15

Fundo
share close

Deputados da União Europeia pediram ainda que ‘Bolsonaro e seus apoiadores’ aceitem o resultado das eleições e recomendaram legislação que regule plataformas de redes sociais para combater fake news.


Sessão plenária do Parlamento europeu, em imagem de arquivo. — Foto: Reuters/Vincent Kessler



O Parlamento europeu aprovou nesta quinta-feira (19) uma resolução condenando os ataques em Brasília em 8 de janeiro.

Por 319 votos a favor e 46 contra, os deputados europeus disseram lamentar “as tentativas do ex-presidente Bolsonaro e de alguns dos seus apoiadores políticos de desacreditar o sistema de votação e as autoridades eleitorais, apesar de não haver provas de fraude eleitoral”.

O texto expressa a condenação do bloco europeu aos “ataques às instituições democráticas do Brasil“. Nele, os deputados europeus – que representam todos os países da União Europeia – recomendam que:

  • O “ex-presidente Bolsonaro e de alguns dos seus apoiadores políticos” aceitem o resultado democrático das eleições;
  • O país tenha uma legislação “que regule plataformas de redes sociais e as empresas tecnológicas, para combater e prevenir eficazmente a propagação em linha de discursos de ódio e desinformação”.

O texto manifesta ainda “preocupação com atos e omissões de agentes públicos, em especial do Governador e da Polícia Militar do Distrito Federal” e aponta ainda que “ataques a instituições democráticas são um fenômeno global“.

E aponta as conexões “entre a ascensão do fascismo transnacional, o racismo, o extremismo e, entre outros, os acontecimentos ocorridos em Brasília” e o ataque ao Capitólio dos Estados Unidos em janeiro de 2021.

O Parlamento europeu disse que enviará a resolução ao governo brasileiro.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-alema-nega-que-prisao-de-greta-thunberg-tenha-sido-armada

G1 Mundo

Polícia alemã nega que prisão de Greta Thunberg tenha sido armada

Uma postagem que viralizou nas redes sociais diz — falsamente — que a detenção de Thunberg tinha "tudo preparado para as câmeras". Ao lado de outros ativistas, ela estava tentando impedir que a vila abandonada de Lützerath fosse demolida para a ampliação de uma mina de carvão. O vídeo de Thunberg sendo removida do local pela polícia ganhou milhões de visualizações nos últimos dias. "Nunca nos sujeitaríamos a fazer tais […]

today19 de janeiro de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%