G1 Santos

Peixe ‘gigante’ de 180 kg abocanha presa e acaba fisgado sem querer no litoral de SP; FOTOS

today26 de junho de 2023 7

Fundo
share close

Um morador de Bertioga, no litoral de São Paulo, se surpreendeu ao fisgar um peixe de cerca de 180 quilos e 1,70 de altura após uma ‘batalha’ de mais de 50 minutos com o animal. O peixe da espécie cherne (Epinephelus niveatus) foi encontrado na região de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, a cerca de 40 milhas da costa, após engolir um outro animal que havia acabado de ser pescado.

Marcelo Lopes Rodrigues, de 33 anos, e um amigo começaram a navegar por volta das 14h de domingo (25). Algum tempo depois, ele identificou que um peixe estava preso no anzol. Com isso, começou a puxar a linha. “Eu percebi que era algo muito pesado, porque não estava vindo fácil. O cherne abocanhou o peixe, que eu pesquei, e ficou preso também”, conta.

Segundo ele, foram 50 minutos para retirar o cherne da água. “É um peixe muito brigador, que precisa de muita força. Eu e o meu amigo revezamos para conseguir colocar ele no barco, e não foi fácil”, contou.



Por ser um peixe grande, o publicitário contou que o animal saiu de 100 metros de profundidade e veio para a superfície. A pressão de ar, segundo o pescador, fez com que ele chegasse morto na embarcação. O publicitário conta que pratica a pesca há 15 anos e que nunca pegou um peixe tão grande como esse.

“Nós tentamos reanimar ele, mas ele já estava sem vida. Estou muito feliz por ver ele tão perto, mas triste porque eu preferia que ele ficasse vivo no fundo do mar. O cherne fica camuflado nessas áreas com cascalho e pedras grandes, justamente como uma tática para se alimentar dos peixes pardos, que são menores”, diz

Após trazer o peixe para Bertioga, a dupla pesou e mediu o animal, que tem 180 quilos e 1,70 de altura. “Decidimos que vamos doar para moradores da cidade. Vamos limpar o peixe e, junto com os pescadores da cidade, distribuir para as famílias”, finaliza.

O cherne vive em águas subtropicais do Atlântico, como regiões Norte, Nordeste, e no Sudeste e Sul do Brasil, com incidência mais rara. Ele também é encontrado no Pacífico. Segundo o Programa Nacional de Desenvolvimento da Pesca Amadora, o corpo dele é grande, alto e comprimido. A coloração é marrom avermelhado, algumas vezes mais clara no ventre.

A espécie pode alcançar até dois metros de comprimento total e 380 kg. Os peixes jovens vivem em águas rasas, em costões, estuários e recifes costeiros e, à medida que crescem, dirigem-se para águas mais profundas. É um peixe voraz que se alimenta principalmente de peixes e crustáceos. A pesca amadora é mais difícil porque os grandes indivíduos habitam águas profundas.

Peixe gigante com 180 quilos é capturam por morador do litoral de SP — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-armado-e-preso-apos-seguir-irmas-e-passar-a-mao-em-corpo-de-adolescente-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Homem armado é preso após seguir irmãs e passar a mão em corpo de adolescente no litoral de SP

Um homem de 27 anos foi preso após seguir duas irmãs, de 14 e 16 anos, tocar no corpo de uma delas e dizer frases obscenas na orla da praia de Itanhaém, no litoral de São Paulo. Ele foi detido com uma arma de fogo momentos após o crime. O caso foi atendido pela Guarda Civil Municipal (GCM) na tarde de domingo (25), no bairro Suarão. As adolescentes acionaram uma […]

today26 de junho de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%