G1 Mundo

PF brasileira oferece ao Equador treinamento para rastreio de bens de criminosos e identificação de presos

today12 de janeiro de 2024 4

Fundo
share close

De acordo com ele, foi ofertado aos equatorianos treinamento em investigações e ferramentas tecnológicas voltadas ao rastreio e apreensão de bens e recursos financeiros de quadrilhas. O objetivo é descapitalizar esses criminosos para dificultar a atuação deles.

Também foram oferecidos treinamentos e equipamentos para identificação de presidiários, com uso de recursos de biometria – um dos principais focos da crise de segurança no Equador está nos presídios.

Ainda segundo Rodrigues, se os equatorianos aceitarem o auxílio, agentes da Polícia Federal brasileira podem ser enviados àquele país, mas apenas com o objetivo de treinar os policiais equatorianos.



Equador tem mais uma noite de operações policiais e militares

Equador tem mais uma noite de operações policiais e militares

O diretor da PF concedeu entrevista à TV Globo ao fim de uma reunião virtual que discutiu a crise no Equador. Participaram do encontro países membros da Ameripol, organização fundada no ano passado para estruturar a cooperação entre polícias de países da América.

O diretor-geral da PF brasileira é secretário-executivo da Ameripol. Além de Brasil e Equador, participaram da reunião outros 14 países, entre eles Colômbia e Peru, que fazem fronteira com o Equador.

De acordo com Rodrigues, os outros países também ofereceram ajuda ao governo equatoriano. Ele informou que as propostas serão reunidas num documento único da Ameripol, que será encaminhado amanhã às autoridades do Equador.

“A Polícia Federal do Brasil encaminhará, ainda hoje, as propostas de apoio pra que a gente encaminhe então à polícia do Equador, ao país, e eles então identifiquem as principais demandas”, disse.

Ele prevê que a partir da próxima semana a PF já terá “condições concretas de apoiar” o Equador.

“Tudo aquilo o que nós pudermos atuar sem interferir, obviamente – porque não é papel da Polícia Federal atuar como polícia judiciária em outro país, mas em apoio à polícia nacional do Equador – nós faremos”, completou.

A onda de violência que assusta o Equador começou após a fuga do chefe de uma das facções criminosas mais temidas do país, da prisão onde cumpria uma pena de 34 anos. Desde então, houve fuga de criminosos, ataques a delegacias e sequestro de policiais.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ataque-dos-eua-a-alvos-houthis-no-iemen-oferece-riscos-para-biden

G1 Mundo

Ataque dos EUA a alvos Houthis no Iêmen oferece riscos para Biden

Sucessivas advertências ao grupo sinalizaram duramente nas últimas semanas que não haveria tolerância para quem perturbasse o transporte marítimo no Mar Vermelho. Os rebeldes iemenitas desafiaram o alerta, na terça-feira (9), com uma saraivada de mísseis e drones contra navios do Mar Vermelho, e receberam a resposta, da operação batizada de Guardião da Prosperidade, criada em dezembro para proteger a navegação. O que vem a seguir, após a retaliação da […]

today12 de janeiro de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%