G1 Santos

PM prende suspeito de envolvimento na morte de chefe do setor de identificação da Polícia Civil

today8 de abril de 2024 1

Fundo
share close

Benny Piphanio Van Chaaf, de 42 anos, foi preso pela PM suspeito de ter participado da morte do policial civil Marcelo Cassola. A detenção dele aconteceu em Santos, no litoral de São Paulo, e é a quarta de supostos envolvidos no assassinato.

O corpo de Marcelo Cassola foi encontrado por policiais militares em patrulhamento pelo bairro Caneleira, em agosto de 2022. Ele estava com uma corda entre as mãos e tinha diversas perfurações pelo corpo. Foram mais de 30 tiros de fuzil e pistola 9mm.

De acordo com o boletim de ocorrência, Benny foi preso por volta de 20h40 de domingo (7), no acesso à Avenida Getúlio Dorneles Vargas, no bairro Valongo.



No documento consta que os PMs patrulhavam pela região quando viram um suspeito em frente ao galpão de um comércio fechado, sem iluminação. O homem ao notar os policiais tentou se esconder para não ser visto, o que motivou a abordagem.

Nada de ilícito foi encontrado com ele, mas como informou um nome comum, e nada constava no sistema, a PM o encaminhou à Central de Polícia Judiciária (CPJ), onde a verdadeira identidade foi descoberta.

Contra Benny havia um mandado de prisão temporária expedido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) por homicídio qualificado, em 23 de agosto de 2022, um dia após o crime que vitimou Marcelo Cassola. A Justiça de Santos decretou a prisão temporária do homem.

Marcelo Gonçalves Cassola era diretor do Sindicato dos Policiais Civis da Baixada Santista e chefe do setor de identificação do Palácio da Polícia. Este setor é responsável, entre outras coisas, pelo registro de carteira de identidade e por emitir atestado de antecedentes criminais.

A polícia afirmou que ele foi atingido por ao menos 30 tiros, sendo alguns de fuzil e outros de arma 9 mm. A ocorrência foi acompanhada pela equipe da 3ª Delegacia da Divisão de Homicídios.

Em 14 de novembro de 2023, um dos líderes de uma facção criminosa, Anderson de Souza Fabrício, foi preso como suspeito de ter envolvimento na morte de Cassola. Ele foi localizado no Morro do Pacheco, em Santos, após ser monitorado pela Polícia Civil durante as investigações.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

baixada-santista-oferece-384-vagas-de-emprego;-confira-as-funcoes-por-cidade

G1 Santos

Baixada Santista oferece 384 vagas de emprego; confira as funções por cidade

Os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) das cidades da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, oferecem 384 vagas nesta segunda-feira (8). Os interessados devem comparecer à unidade do PAT mais próxima ou agendar pelo site AgendasSP (confira as vagas abaixo). As unidades também oferecem atendimento e serviços gratuitos para trabalhadores como a habilitação ao Seguro-Desemprego e emissão da Carteira de Trabalho. Confira abaixo as oportunidades de emprego: Faxineiro: […]

today8 de abril de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%