G1 Mundo

Polícia francesa detém 157 em mais uma noite de protestos

today3 de julho de 2023 2

Fundo
share close

Número é menor do que o das noites anteriores.


Membros da polícia francesa fazem guarda diante do Arco do Triunfo, em Paris, em 1 de julho de 2023 — Foto: Christophe Ena/AP



A polícia francesa deteve, neste domingo (02), 157 pessoas durante mais uma noite de protestos nas principais cidades do país, informou o Ministério do Interior.

Com um número menor de detenções em relação às outras cinco noites pode demonstrar algum alívio ao governo de Emmanuel Macron em sua luta para recuperar o controle da situação.

Cerca de 700 pessoas foram presas na noite anterior e 1300 na noite da sexta-feira.

O governo destinou 45 mil policiais para conter a violência e as manifestações nas ruas do país. Desses, 3 terminaram a noite feridos.

Aproximadamente 350 prédios foram incendiados e 300 veículos foram danificados.

Os protestos tiveram início após a morte de um menino de 17 anos durante uma abordagem policial no subúrbio de Paris nesta terça-feira.

Desde o assassinato manifestantes incendiaram carros, saquearam lojas e atacaram prefeituras e outras propriedades – incluindo a casa do prefeito de um subúrbio de Paris, que foi atacada enquanto sua esposa e filhos dormiam neste sábado.

Esta notícia está em atualização.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

entenda-por-que-modelo-de-negocio-do-grupo-wagner-e-problematico

G1 Mundo

Entenda por que modelo de negócio do Grupo Wagner é problemático

alguém recrutado no próprio país ou no exterior com o objetivo específico de lutar num conflito armado;alguém que participa de fato das hostilidades;alguém que participa de hostilidades para obter vantagens pessoais e que recebe de ou em nome de uma parte do conflito a promessa de uma remuneração substancialmente superior à prometida ou paga a combatentes de forças armadas desta parte com patente e funções semelhantes;alguém que não seja cidadão […]

today3 de julho de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%