G1 Santos

Polícia investiga ‘crimes em série’ de falso massagista que tocava nas partes íntimas de mulheres

today8 de fevereiro de 2024 7

Fundo
share close

Ao g1, o delegado titular de Peruíbe, Marcos Roberto da Silva disse que o criminoso agia com o mesmo modus operandi. Por isso, acredita que ele tenha feito mais vítimas no município. O caso chegou à polícia por meio da repercussão entre os lojistas e, por isso, os investigadores procuraram as mulheres assediadas para que as ocorrências fossem registradas.

O delegado afirmou que, após a prisão do criminoso, ainda finalizará o inquérito policial com informações já existentes, além de novas vítimas que possam surgir, e o levantamento dos antecedentes criminais do homem, que veio a Peruíbe para visitar os pais.

Câmera de monitoramento flagrou falso massagista passando a mão nos seios de vítima, no Centro, em Peruíbe (SP) — Foto: Reprodução



Silva explicou que os policias do setor de investigação do DP Sede foram até os locais em que o homem cometeu os crimes para conseguir imagens de câmeras de monitoramento.

“[Os investigadores] começaram a fazer todo o caminho, procurar imagens nos comércios, casas, lojas e foram mapeando até que chegaram ao local que havia câmera e ele não passou”, contou. Dessa forma, os policiais começaram a patrulhar a área com frequência.

Em determinado momento, de acordo com o delegado, uma investigadora viu o criminoso saindo de uma casa com a mesma camiseta que havia usado nas importunações sexuais.

“[O homem] tinha as características, as manchas de vitiligo [doença dermatológica]. A investigadora chamou outros policiais, foram lá e detiveram ele. Todas as vítimas foram chamadas aqui [delegacia], todas elas reconheceram ele sem sombras de dúvidas”, disse.

Homem é preso após abusar sexualmente de mulheres ao se passar por massagista

Homem é preso após abusar sexualmente de mulheres ao se passar por massagista

No vídeo acima é possível vê-lo passando em frente a estabelecimentos no bairro Balneário Stella Maris, como se estivesse escolhendo o alvo. De repente, o homem para em frente a um deles e entra para fazer mais uma vítima.

O g1 apurou que ao menos quatro boletins de ocorrências por importunação sexual foram registrados contra o suspeito. Com base nas denúncias das mulheres, o homem se apresentava como massagista e, durante as conversas, dizia que abriria uma clínica de fisioterapia e massagem.

No decorrer do diálogo, ele questionava se as vítimas sentiam alguma dor no corpo. Era a preparação para o crime. Com a resposta positiva e autorização para tocar as mulheres, ele cometia os assédios.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou, em nota, que os policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) localizaram o criminoso após identificá-lo. Ele foi conduzido à delegacia, onde permanece à disposição da Justiça.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

suspeito-de-assassinar-pm-morreu-ao-tentar-pular-predio-de-quatro-andares-na-fuga

G1 Santos

Suspeito de assassinar PM morreu ao tentar pular prédio de quatro andares na fuga

Um homem, de 33 anos, morreu após cair do 4º andar de um prédio para fugir da Polícia Militar em Santos, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, ele atirou contra dois policiais, sendo que um morreu e o outro foi socorrido e internado na Santa Casa de Santos. Segundo o boletim de ocorrência, os policiais atendiam a uma denúncia de tráfico de drogas. Após terem subido quatro […]

today8 de fevereiro de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%