G1 Mundo

Por falta de uniformes, policiais na Alemanha protestam sem calças

today4 de abril de 2024 1

Fundo
share close

“A pior piada de 1º de abril de todos os tempos: polícia na Baviera ‘tira a roupa'” é o título de um vídeo divulgado nas redes sociais pela divisão estadual do Sindicato da Polícia Alemã (DPolG).

“Há quanto tempo você tá esperando?”, pergunta, no vídeo, um oficial dirigindo-se a uma colega na viatura. “Quatro meses. E você?”, rebate ela, ouvindo “seis meses” como resposta. Na sequência, a dupla desce do carro, e só aí nota-se que eles estão sem calças.

Representante do sindicato na Baviera, Jürgen Köhnlein aparece em seguida no vídeo, afirmando que não há nada de engraçado na situação, e que a falta crônica de uniformes é um desrespeito.



“A polícia da Baviera está ‘tirando a roupa’ e pode, literalmente, acabar sem calças”, afirma Köhlein. Segundo o sindicalista, 21 itens que fazem parte do uniforme dos agentes – como bonés, casacos e calças – ou estão inteiramente indisponíveis ou só são disponibilizados após meses de espera.

O sindicato instou a Secretaria do Interior da Baviera a tratar do problema imediatamente, mesmo que isso implique em custos adicionais: “desde 2020, mal temos falado sobre problemas na qualidade dos uniformes, e sim sobre a indisponibilidade deles”.

Governo diz trabalhar para resolver problema

Nesta quarta-feira (3), um porta-voz do ministério reconheceu a falta de uniformes, que atribuiu a problemas na cadeia de fornecedores, principalmente para peças especializadas, como calças multiuso de verão – o processo de compra foi terceirizado.

Agora, autoridades estaduais dizem que assumirão a logística de entrega dos uniformes.

Representantes da pasta apontaram ainda a pandemia de coronavírus e a guerra na Ucrânia como fatores adicionais que contribuíram para a escassez de uniformes, e afirmaram que um novo centro logístico entrará em operação na Baviera até 2030, tornando a força policial menos dependente de fornecedores externos.

A secretaria, porém, alega que o problema não impede a polícia de cumprir suas funções, e que outros elementos do uniforme podem ser utilizados quando peças específicas não estiverem disponíveis.

Köhnlein critica: “no momento não se sabe se a situação vai melhorar ou se continuará piorando”. “Que impressão os novos recrutas devem ter quando são obrigados a completar seu treinamento em ‘roupas civis’ em vez de receber um uniforme?”, destaca.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

equipes-de-resgate-correm-para-socorrer-vitimas-de-terremoto-que-matou-pelo-menos-9-em-taiwan

G1 Mundo

Equipes de resgate correm para socorrer vítimas de terremoto que matou pelo menos 9 em Taiwan

Mais de 900 pessoas ficaram feridas — e as equipes de resgate tentam socorrer cerca de 77 que estão "presas" em edifícios e túneis que desmoronaram ao redor da cidade. É o abalo sísmico mais forte que o país asiático sofreu em 25 anos. "O terremoto ocorreu próximo da superfície, a pouca profundidade. Foi sentido em todo Taiwan, e nas ilhas costeiras... É o mais forte em 25 anos", disse […]

today4 de abril de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%