Destaques

Por seguir a Jesus, mãe e filha são queimadas com água fervente

today12 de abril de 2024

Fundo
share close

Em uma série de ataques motivados pela fé, uma mãe e sua filha de 10 anos enfrentaram queimaduras graves, enquanto um evangelista foi brutalmente assassinado em Uganda.

Zafara Nagudi, 33 anos, e sua filha, Sharifa Nangobi, foram vítimas de violência por causa de sua recente conversão ao cristianismo durante um evento evangelístico ao ar livre na cidade de Namutumba.

Em 25 de março, durante uma sessão de oração em sua casa, Nagudi se deparou com seu marido, Musobya Mujjibu, 37 anos, que reagiu com violência ao descobrir sobre a fé recém-adotada de sua família.

Nagudi relatou que enquanto ela e suas filhas oravam, Mujjibu, que é muçulmano, entrou na cozinha e interrompeu o momento. “Contei a verdade a ele, que estávamos orando a Jesus Cristo para ajudar nossa família. Ele ficou muito furioso”, disse ela.

Sem piedade, Mujjibu agrediu brutalmente Nagudi e sua filha com água quente, deixando-as com queimaduras graves. Após o ataque, Nagudi conseguiu pedir ajuda e foi levada ao hospital, onde recebeu tratamento por suas queimaduras.



Enquanto isso, em outro incidente, o evangelista Ronald Twinomugisha, após converter quatro muçulmanos ao cristianismo, foi ameaçado e posteriormente assassinado em sua casa na aldeia de Busei B, no distrito de Iganga, em 30 de março.

Segundo Morning Star News, Twinomugisha foi ouvido pedindo ajuda antes de ser encontrado morto pela manhã seguinte. Os agressores deixaram uma nota culpando-o por “enganar os muçulmanos e afastá-los do caminho de Alá”.

O assassinato de Twinomugisha, que era conhecido por sua generosidade e por ajudar os jovens locais, desencadeou uma busca policial por suspeitos.

Esses atos de violência são um triste lembrete das tensões religiosas que persistem em Uganda e da necessidade de garantir a segurança das comunidades cristãs em todo o país.Por




Todos os créditos desta notícia pertecem a Destaques.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

menino-de-1-ano-morre-vitima-de-dengue-em-cubatao,-sp

G1 Santos

Menino de 1 ano morre vítima de dengue em Cubatão, SP

Um menino, de 1 ano, morreu vítima de dengue em Cubatão (SP), na Baixada Santista. Este é o primeiro registro fatal pela doença no município, e a 6ª morte confirmada na região em 2024. Outras 11 mortes suspeitas seguem sob investigação. Segundo o Serviço de Vigilância Epidemiológica de Cubatão (SVE), a morte da criança, do sexo masculino, foi registrada em 14 de março. O óbito ocorreu durante atendimento no Pronto-Socorro […]

today12 de abril de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%