G1 Mundo

Premiê de Israel diz que resposta ao ataque terrorista em sinagoga de Jerusalém será ‘forte, rápida e precisa’

today28 de janeiro de 2023 15

Fundo
share close

“Nossa resposta será forte, rápida e precisa”, declarou Netanyahu antes de uma reunião com seu gabinete de segurança nacional.

“Não estamos buscando uma escalada, mas estamos preparados para qualquer cenário”, acrescentou.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, visita o local de um ataque a tiros em Jerusalém em 27 de janeiro de 2023 — Foto: REUTERS/Ronen Zvulun



Sete israelenses morreram e 10 ficaram feridos em um ataque terrorista em uma sinagoga na periferia da cidade de Jerusalém, de acordo com o Ministério de Relações Exteriores de Israel. O atirador foi morto.

A sinagoga fica em uma região que é considerada pelos israelenses como um bairro de Jerusalém, mas que os palestinos (e a maior parte da comunidade internacional) diz ser terra ocupada ilegalmente pelos israelenses depois de uma guerra em 1967.

Em Gaza, o porta-voz do Hamas, Hazem Qassem, disse que esta operação “é uma resposta ao crime conduzido pela ocupação em Jenin e uma resposta natural às ações criminosas da ocupação”, mas ele não reivindicou o ataque terrorista.

A Jihad Islâmica Palestina também elogiou, mas não reivindicou o ataque.

Neste sábado (28), militares israelenses informaram que estão intensificando as forças de defesa na Cisjordânia ocupada após o ataque terrorista. “Após uma avaliação situacional das IDF (Forças de Defesa de Israel), foi decidido reforçar a Divisão da Judéia e Samaria (Cisjordânia) com um batalhão adicional”, disseram à agência de notícias Reuters.

Profissionais do serviço de emergência perto de mortos em Jerusalém, em 27 de janeiro de 2023 — Foto: Ahmad Gharabli / AFP

Homens enfrentam Exército de Israel durante confronto em Jenin, na Cisjordânia, em 26 de janeiro de 2023. — Foto: Majdi Mohammed/ AP

Há uma escalada de violência entre israelenses e palestinos nos últimos dias.

  • Na quinta-feira (26), uma incursão de soldados israelenses no campo de refugiados de Jenin, no norte da Cisjordânia, deixou nove mortos. Foi um dos ataques mais violentos na Cisjordânia em anos.
  • O Hamas e a Jihad Islâmica prometeram represálias após a essa incursão feira no campo de refugiados de Jenin.
  • Na sexta-feira, foguetes foram disparados contra o sul de Israel a partir da Faixa de Gaza.
  • Israel bombardeou a Faixa de Gaza em resposta a disparos de foguetes a partir do território palestino.
  • Nenhum dos dois lados registou feridos nessa troca de disparos de foguetes.
  • A maioria dos foguetes disparados a partir de Gaza foi interceptada pelo sistema de defesa aérea israelense.

Soldados de Israel matam nove palestinos, na Cisjordânia

Soldados de Israel matam nove palestinos, na Cisjordânia




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

videos-mostram-policiais-dos-eua-chutando-e-agredindo-o-motorista-negro-tyre-nichols,-que-nao-reage

G1 Mundo

Vídeos mostram policiais dos EUA chutando e agredindo o motorista negro Tyre Nichols, que não reage

As imagens divulgadas na sexta-feira (27) mostram que em nenhum momento Tyre Nichols é agressivo com os policiais, que começam a abordagem com violência desde o começo. Algumas frases de Nichols são muito marcantes: "Não estou fazendo nada""OK, estou no chão""Estou apenas tentando ir para casa""Mãe! Mãe!" Tyre Nichols morreu 3 dias depois em um hospital. A morte de Nichols é o mais recente exemplo de policiais acusados de força […]

today28 de janeiro de 2023 23

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%