G1 Mundo

Presidente chinês deixa Moscou após reunião com Putin

today22 de março de 2023 11

Fundo
share close

A visita de Xi a Moscou foi interpretada como um apoio a Putin. Durante a visita, Putin e Xi destacaram uma “nova era” na relação entre os países e discutiram as propostas de Pequim para encerrar o conflito na Ucrânia.


O presidente russo Vladimir Putin aperta a mão do presidente chinês Xi Jinping durante uma reunião no Kremlin, em Moscou, no dia 20 de março de 2023. — Foto: Sputnik/Sergei Karpukhin/Pool via REUTERS



O presidente da China, Xi Jinping, deixou Moscou na manhã desta quarta-feira (22) após uma visita oficial em que se reuniu com o chefe de Estado da Rússia, Vladimir Putin, com o objetivo de reforçar os vínculos entre os dois países.

Na terça-feira (21), os dois discutiram uma “parceria estratégica” entre os dois países, de acordo com o governo russo.

O avião de Xi decolou do aeroporto moscovita de Vnukovo após uma cerimônia de despedida com uma guarda de honra e a execução dos hinos nacionais da Rússia e da China, informou a agência de notícias RIA Novosti.

Funcionários de alto escalão do governo russo compareceram à cerimônia. Esta foi a primeira visita do presidente chinês à Rússia desde o início da guerra na Ucrânia.

Durante a visita, Putin e Xi destacaram uma “nova era” na relação entre os países e discutiram as propostas de Pequim para encerrar o conflito na Ucrânia.

A visita de Xi a Moscou foi interpretada como um apoio a Putin, que é alvo de uma ordem de detenção do Tribunal Penal Internacional por denúncias de deportação ilegal de menores de idade ucranianos.

Moscou já vinha sendo acusada por organizações não-governamentais, por Kiev e até por uma investigação da Organização das Nações Unidas (ONU) de sequestrar crianças em regiões ucranianas tomadas pelo Exército do país e de levá-las para centros de “reeducação” em território russo. O próprio Kremlin já admitiu o envio dos jovens ucranianos à Rússia, mas alega tratar-se de órfãos.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

coreia-do-norte-dispara-misseis-de-cruzeiro,-dizem-sul-coreanos

G1 Mundo

Coreia do Norte dispara mísseis de cruzeiro, dizem sul-coreanos

Os mísseis foram disparados por volta das 10h15 (hora local) da província de Hamgyong do Norte, disse o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul (JCS). Não ficou imediatamente claro quantos projéteis foram disparados e exatamente de que tipo eram. Os militares estavam em alerta máximo e as autoridades de inteligência sul-coreanas e norte-americanas estavam analisando detalhes dos mísseis, disse o JCS. "Concluiremos com sucesso nosso exercício Freedom Shield conforme planejado, […]

today22 de março de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%