G1 Mundo

Presidente de Portugal aprova ministério de novo primeiro-ministro, que vai governar com minoria no Parlamento

today28 de março de 2024 4

Fundo
share close

O ato antecede a posse de Montenegro, que ocorrerá na próxima terça-feira, dia 2 de abril.

Montenegro é da Aliança Democrática (AD), uma coligação de partidos de centro-direita que não tem maioria no Parlamento do país.

A AD foi a frente mais votada nas últimas eleições parlamentares, em 10 de março, e por isso tem a prerrogativa de formar o governo. A aliança ficou com 80 deputados. Em segundo lugar ficou o Partido Socialista, principal adversário da legenda no país, com 78. O Chega, um partido de extrema direita, teve crescimento expressivo e chegou a 50 deputados.



Como funciona o governo em Portugal

Em Portugal, o regime não é igual ao Brasil. O país europeu funciona sob o regime semipresidencialista, formado por um presidente e por um primeiro-ministro. Como a Aliança Democrática não conseguiu maioria —obteve 80 dos 230 assentos—, fará um governo de minoria.

Para compor maioria, a AD, uma legenda de centro-direita, precisaria se associar a um partido de esquerda (o Partido Socialista) ou à extrema direita (Chega). Isso não aconteceu.

Assim, na prática, o novo governo precisará negociar com os outros partidos do Parlamento a cada votação. Em uma eleição para escolher um presidente da Casa na quarta-feira, a AD contou com o apoio do Partido Socialista.

Segundo o jornal “Público”, apenas três governos de minoria conseguiram chegar até o final do mandato em Portugal. O último deles foi o de António Costa, do Partido Socialista, entre 2015 e 2019 —que ao assumir formou numa coalizão apelidada de “geringonça”, unindo esquerda e direita. Nas eleições de 2021, Costa tinha maioria no Parlamento e não precisou compor com a direita. Ele renunciou em 2023.

O governo terá 17 ministros, o mesmo número que havia do último governo, que era do Partido Socialista, de esquerda.

Veja abaixo alguns dos principais nomes do novo governo de Portugal:

  • Primeiro-ministro: Luis Montenegro.
  • Ministro da Economia: Joaquim Miranda Sarmento.
  • Ministro de Relações com o Parlamento: Pedro Duarte.
  • Ministro de Relações Exteriores: Paulo Rangel.

Veja abaixo uma reportagem sobre a vitória de Montenegro.

Líder de direita é novo primeiro-ministro de Portugal

Líder de direita é novo primeiro-ministro de Portugal




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘e-grave’,-diz-lula-sobre-candidata-da-oposicao-barrada-de-concorrer-as-eleicoes-na-venezuela

G1 Mundo

‘É grave’, diz Lula sobre candidata da oposição barrada de concorrer às eleições na Venezuela

Yoris representa o principal grupo de oposição ao atual presidente venezuelano, Nicolás Maduro, aliado histórico de Lula. Ela não conseguiu inscrever a candidatura no prazo previsto e, por isso, ficou impedida de concorrer (entenda abaixo). As declarações foram dadas durante cerimônia de recepção ao presidente francês, Emmanuel Macron, em visita ao Brasil. As eleições venezuelanas, agendadas para o dia 28 de julho, estão marcadas por questionamentos e denúncias de perseguição […]

today28 de março de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%