G1 Mundo

Presidente do Equador declara novo estado de emergência de segurança

today23 de maio de 2024 4

Fundo
share close

O presidente do Equador, Daniel Noboa, declarou um novo estado de emergência nesta quarta-feira (22) em sete das 24 províncias do país, e em uma área em outra província, citando um crescimento no número de mortes violentas e outros crimes nessas jurisdições.

A medida estará em vigor por 60 dias nas províncias de Guayas, El Oro, Santa Elena, Manabi, Sucumbios, Orellana e Los Rios, além de uma área da província de Azuay, segundo decreto assinado por Noboa, que, em janeiro, declarou o Equador em guerra e designou 22 gangues criminosas como grupos terroristas. 

O decreto foi enviado à Corte Constitucional, disse o governo mais cedo. A corte decidiu neste mês que uma declaração de emergência anterior em cinco províncias não havia sido suficientemente justificada e a cancelou. 



Forças de segurança poderão entrar em casas e interceptar correspondência nessas províncias sem autorização prévia, determina Noboa, no decreto. 

O presidente culpa gangues de drogas que transferem cocaína da Colômbia e do Peru por meio do Equador pela violência — incluindo a invasão de uma emissora de televisão por homens armados em janeiro e agentes penitenciários tomados como reféns. 

Ele já utilizou declarações de estado de emergência para intensificar operações policiais e militares para combater milhares de assassinatos e outros crimes.

O gabinete do procurador-geral investiga oito assassinatos extrajudiciais que teriam ocorrido durante o mais recente estado de emergência do país, após grupos de direitos humanos alertarem que as autoridades não estão adotando medidas para evitar abusos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

acaba-mandato-de-zelensky-na-ucrania,-mas-ele-continua-presidente;-entenda-o-cenario

G1 Mundo

Acaba mandato de Zelensky na Ucrânia, mas ele continua presidente; entenda o cenário

Em guerra com a Rússia desde fevereiro de 2022, o país vive desde então sob efeito de Lei Marcial, que inviabiliza a realização de eleições no país. O pleito, que estava marcado para acontecer no dia 31 de março, já havia sido cancelado muito antes, em novembro do ano passado. No último dia 6 novembro de 2023, Zelensky divulgou uma mensagem não qual disse que não que é a hora […]

today23 de maio de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%