G1 Mundo

Putin diz que Rússia testou arma nuclear de nova geração

today5 de outubro de 2023 3

Fundo
share close

A arma é o Burevestnik, um míssil de cruzeiro com propulsão nuclear e capacidade nuclear, com um alcance potencial de milhares de quilômetros.

Putin também disse em uma reunião anual de analistas e jornalistas que a Rússia tinha quase concluído os trabalhos em seu sistema de mísseis balísticos intercontinentais Sarmat, outro elemento crucial da sua nova geração de armas nucleares.

Ninguém usaria armas nucleares contra a Rússia



Desde o início da invasão da Ucrânia, em 24 de fevereiro de 2022, Putin tem lembrado o mundo sobre o poderio nuclear da Rússia. Ele disse que ninguém em sã consciência usaria armas nucleares contra a Rússia.

Se um ataque fosse detectado, disse ele, “um número tão grande de nossos mísseis — centenas e centenas — apareceria no ar que nem um único inimigo teria chance de sobrevivência”.

A Rússia não realiza um teste que envolva uma explosão nuclear desde 1990, um ano antes do colapso da União Soviética, mas Putin recusou-se a descartar a possibilidade de retomar tais testes.

O líder russo observou que os Estados Unidos não ratificaram o tratado que proíbe os testes nucleares, enquanto a Rússia o assinou e ratificou. Seria teoricamente possível para a Duma, o Parlamento da Rússia, revogar a sua ratificação, disse ele.

Analistas militares dizem que a retomada dos testes nucleares pela Rússia, pelos Estados Unidos ou por ambos seria profundamente desestabilizadora, num momento em que as tensões entre os dois países são maiores do que em qualquer momento nos últimos 60 anos. Em fevereiro, Putin suspendeu a participação da Rússia no novo tratado Start, que limita o número de armas nucleares que cada lado pode utilizar.

Mas não havia necessidade, disse Putin, de a Rússia reescrever a sua doutrina sobre o uso real de armas nucleares, que diz que o país pode dispará-las quer em resposta a um ataque nuclear contra si, ou no caso de uma ameaça à existência do Estado.

Respondendo a uma pergunta do analista russo Sergei Karaganov, que tem defendido a redução das exigências para o uso de armas nucleares, Putin disse: “Simplesmente não vejo necessidade disso”.

Ele acrescentou: “Não há nenhuma situação hoje em que, digamos, algo possa ameaçar o Estado russo e a existência do Estado russo. Não. Acho que nenhuma pessoa de mente sã e memória clara pensaria em usar armas nucleares contra a Rússia.”

Karaganov tem chamado a atenção tanto de analistas estratégicos russos quanto ocidentais ao argumentar que é hora de a Rússia reduzir seu nível de exigência para o uso de armas nucleares, a fim de “conter, assustar e despertar nossos oponentes”.

Ele escreveu em um artigo recente que a Rússia deveria “abalar” os seus inimigos, ameaçando ataques nucleares a países europeus e a bases dos EUA na Europa.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

putin-diz-que-havia-fragmentos-de-granada-em-corpos-de-vitimas-de-aviao-do-grupo-wagner

G1 Mundo

Putin diz que havia fragmentos de granada em corpos de vítimas de avião do Grupo Wagner

Fragmentos de granada de mão foram encontrados nos corpos das vítimas da queda do avião do Grupo Wagner, que caiu em agosto e deixou 10 mortos. A informação é do presidente da Rússia, Vladimir Putin, que deu uma declaração nesta quinta-feira (5). Yevgeny Prigozhin, o chefe do Grupo Wagner, foi uma das vítimas. Prigozhin, líder do Grupo Wagner, usa martelo como ferramenta de tortura e poder Em 23 de agosto […]

today5 de outubro de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%