G1 Mundo

Putin e líder do grupo Wagner se encontraram após motim, diz Kremlin

today10 de julho de 2023 3

Fundo
share close

Esta é a primeira vez que autoridades russas afirmam que houve um encontro entre os dois ex-aliados após o motim, que transformou as relações entre o grupo Wagner o governo russo.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse a repórteres que Putin convidou 35 pessoas para a reunião, incluindo comandantes de unidade, e que durou três horas. Os mercenários disseram a Putin que eram seus soldados e continuariam a lutar por ele, disse Peskov.

O motim vem sendo visto como um dos maiores desafios ao poder de Putin desde que o líder russo assumiu o cargo de líder supremo da Rússia no último dia de 1999. A rebelião durou cerca de 24 horas (leia mais abaixo) e foi neutralizado por um acordo mediado pelo presidente de Belarus, Alexander Lukashenko.



Desde então, Putin agradeceu ao Exército e aos serviços de segurança por evitar o caos e a guerra civil. O líder russo fez uma série de pronunciamentos após a rebelião, mas, em nenhum deles, citou o encontro com Prigozhin.

Um dos pontos do acordo entre as duas partes, inclusive, previa que Prigozhin se exilaria em Belarus. Mas, na semana passada, Lukashenko disse que o chefe do grupo Wagner não estava mais em seu país, sem dar mais explicações.

Vladimir Putin e Yevgeny Prigozhin — Foto: Gavriil Grigorov, Sputnik, Kremlin Pool Photo via AP; Oficina de prensa de Prigozhin vía AP

Prigozhin deveria partir para Belarus sob os termos do acordo, mas Lukashenko disse na semana passada que estava de volta à Rússia e que os combatentes de Wagner ainda não aceitaram uma oferta para se mudar ao país, levantando questões sobre a implementação do acordo.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%