G1 Mundo

Quatro suspeitos ligados ao boneco que representou Vinícius Jr. enforcado são detidos, informa polícia espanhola

today23 de maio de 2023 14

Fundo
share close

Uma investigação de crime de ódio foi aberta depois que o boneco, esticado em uma corda e com a camisa 20 do jogador brasileiro, foi pendurado em frente ao campo de treinamento do Real Madrid. Uma faixa estava grudada ao boneco, com a seguinte inscrição: “Madrid odeia o Real”.

As prisões ocorreram dois dias após um novo caso de insultos racistas contra o jogador.

Imagem da faixa com boneco com camiseta de Vinicius Jr. em Madri — Foto: Reprodução/@JanaDahoui



A prisão ocorreu por volta das sete da manhã. Segundo a polícia, três dos detidos são integrantes da Frente Atlética, organizada do Atlético de Madrid. Todos os detidos são espanhóis e têm 19, 21, 23 e 24 anos.

Um dos detidos tem passagem por crime de lesão corporal, segundo a polícia local.

Racismo contra Vini Jr.: As respostas de clubes, cartolas e entidades esportivas têm sido insuficientes, diz Flávia Oliveira

Racismo contra Vini Jr.: As respostas de clubes, cartolas e entidades esportivas têm sido insuficientes, diz Flávia Oliveira

Ao menos 10 ataques racistas

“Não foi a primeira vez, nem a segunda e nem a terceira. O racismo é o normal na La Liga”.

Esta foi a manifestação de Vinícius Jr. no domingo (21/5) após ser novamente algo de ataques racistas em um jogo da La Liga, o campeonato espanhol, desta vez em um jogo entre seu clube, o Real Madrid, e o Valencia.

Antes e durante a partida, a torcida do Valencia cantou músicas em que chama Vini de “macaco”. Durante a partida, ele se dirigiu a torcedores do Valencia que o estavam xingando.

A partida foi interrompida por alguns minutos pelo árbitro e o sistema de som do estádio transmitiu um pedido para que os torcedores evitassem xingamentos racistas.

Após o jogo, houve uma troca de críticas entre Vinícius Junior e o presidente da La Liga (o campeonato espanhol), Javier Tebas, nas redes sociais.

O Real Madrid informou que está pedindo que as autoridades espanholas investiguem o caso. E o Valencia prometeu expulsar para sempre de seu estádio os torcedores que proferiram insultos racistas.

Este foi o décimo episódio noticiado como racismo contra Vinícius Junior na Espanha. E esse levantamento mostra que os episódios de racismo contra o jogador estão se intensificando: houve um caso em 2021, três em 2022 e seis neste ano.

Vinícius Junior acusa a La Liga de ser conivente com o racismo. Já a entidade espanhola diz que não tem autoridade para punir clubes ou jogadores — e que encaminha todos os casos para as autoridades espanholas.

‘Vou até o fim contra os racistas’, diz Vini Jr.; Real Madrid denuncia crimes de ódio e discriminação

‘Vou até o fim contra os racistas’, diz Vini Jr.; Real Madrid denuncia crimes de ódio e discriminação

Até agora, as punições se restringiram a multas e suspensões temporárias de torcedores.

O atacante brasileiro Vinícius Junior, do Real Madrid, aponta para torcedor do Valencia que proferiu insultos racistas contra ele no Estádio de Mestalla — Foto: José Jordan/AFP

Confira abaixo o que aconteceu em cada episódio:

1) 24 de outubro de 2021 – Barcelona 1 x 2 Real Madrid

O episódio mais antigo de racismo contra Vinícius Junior na Espanha foi noticiado em 24 de outubro de 2021, um ano depois de ele chegar ao clube madrilenho.

O incidente aconteceu no estádio Camp Nou, durante um clássico contra o Barcelona vencido pela equipe de Vinícius. Um torcedor fez ataques considerados racistas ao brasileiro e o incidente chegou a ser denunciado às autoridades espanholas.

No entanto, o caso foi arquivado porque as autoridades disseram que não conseguiram identificar o agressor.

2) 14 de março de 2022 – Mallorca 0 x 3 Real Madrid

Vinícius marcou um dos gols na vitória do Real Madrid e voltou a ouvir xingamentos racistas da arquibancada.

Novamente o caso foi denunciado às autoridades, que arquivaram as acusações, afirmando que não constataram crime de ódio.

Meses depois, o capitão do Mallorca, Antonio Raíllo, acusou Vinícius Junior de provocar seus adversários com danças. “Quando é chamado de provocador, ele usa o coringa do racismo”, disse Raíllo à imprensa espanhola.

3) 18 de setembro de 2022 – Atlético Madrid 1 x 2 Real Madrid

Vídeos circularam mostrando torcedores do Atlético chamando Vinícius Junior de macaco antes da partida, nas proximidades do estádio.

O caso foi investigado por autoridades que chegaram a conclusão que as provocações entre torcedores aconteceram dentro da normalidade da rivalidade esportiva — e que os insultos racistas duraram “apenas alguns segundos”.

Naquela semana Pedro Bravo, presidente da Associação Espanhola de Empresários de Jogadores, havia dito que Vinícius Junior precisava parar de provocar os adversários e deixar de “fazer macaquices”.

“Você tem que respeitar o rival. Se quer dançar, que vá ao sambódromo no Brasil”, disse ele.

4) 30 de dezembro de 2022 – Valladolid 0 x 2 Real Madrid

Vinícius havia sido substituído na partida e estava passando em frente a torcedores do Valladolid quando o Real Madrid fez um gol. Ele comemorou diante dos torcedores do Valladolid e foi alvo de xingamentos racistas.

Autoridades espanholas investigaram o caso e propuseram uma multa de 4 mil euros e o banimento dos torcedores envolvidos.

O próprio Valladolid baniu 11 torcedores pelo resto da temporada.

Vinícius criticou a La Liga por não agir contra o racismo.

“Os racistas seguem indo aos estádios e assistindo ao maior clube do mundo de perto e a LaLiga segue sem fazer nada… Seguirei de cabeça erguida e comemorando as minhas vitórias e do Madrid. No final a culpa é minha”, escreveu o jogador no Twitter.

O presidente da La Liga, Javier Terbas, respondeu também na rede social: “A LaLiga combate o racismo há anos. Vini Jr, é muito lamentável e não é verdade publicar que a LaLiga não faz nada contra o racismo. Se informe melhor. Estamos à sua disposição para que todos juntos, possamos caminhar na mesma direção”

5) 26 de janeiro de 2023 – Real Madrid 3 x 1 Atlético Madrid

Na véspera do jogo, torcedores do Atlético Madrid penduraram em uma ponte da cidade um boneco vestido com a camiseta de Vinícius Junior, simulando enforcamento do jogador.

O boneco estava com mensagens de ódio contra o atacante e o clube.

A atitude despertou mensagens de repúdio da Confederação Brasileira de Futebol e dos dois clubes. Na internet, a hashtag #BailaViniJr viralizou.

6) 5 de fevereiro de 2023 – Mallorca 1 x 0 Real Madrid

Um torcedor de 20 anos proferiu ofensas racistas contra Vinícius Junior durante a partida. O homem foi identificado pela polícia e o clube proibiu seu acesso a jogos no estádio.

Ele está sendo processado pelas autoridades espanholas, já que é reincidente de abusos racistas contra outro jogador.

As autoridades espanholas estudam aplicar uma multa de 3 mil euros e um banimento de seis meses nos estádios de futebol.

7) 18 de fevereiro de 2023 – Osasuna 0 x 2 Real Madrid

Vinícius Junior foi alvo de xingamentos racistas. Ele foi agredido verbalmente até mesmo durante o minuto de silêncio realizado em homenagem às vítimas dos terremotos na Turquia e na Síria.

8) 5 de março de 2023 – Betis 0 x 0 Real Madrid

Novamente Vinícius Junior foi chamado de macaco por torcedores em Sevilha quando cobrava um escanteio na partida.

A La Liga encaminhou o caso para as autoridades espanholas.

9) 19 de março de 2023 – Barcelona 2 x 1 Real Madrid

Pela segunda vez, torcedores do Barcelona foram denunciados por insultos racistas a Vinícius Junior durante a partida.

A La Liga emitiu uma nota: “Em vista dos eventos que aconteceram durante o jogo Barcelona x Real Madrid, no qual um intolerável comportamento racista foi novamente observado contra Vinícius Junior, a La Liga reportou os insultos racistas à Corte de Instrução de Barcelona. Esta é a oitava queixa feita pela La Liga às autoridades correspondentes por abusos racistas contra Vinícius Junior.”

10) 21 de maio de 2023 – Valencia 1 x 0 Real Madrid

Antes da partida, vídeos mostram torcedores do Valencia cantando músicas em que chamam Vinícius Junior de macaco.

Durante a partida, o jogador brasileiro confrontou torcedores que o xingavam na arquibancada. O árbitro chegou a interromper a partida por alguns minutos e foi feito um aviso contra racismo no alto-falante.

Após o jogo, Vinícius criticou a La Liga e foi rebatido pelo presidente da entidade.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘china-viola-nosso-espaco-aereo-todo-dia’:-a-tensao-no-japao-em-uma-das-areas-de-maior-rivalidade-no-mundo

G1 Mundo

‘China viola nosso espaço aéreo todo dia’: a tensão no Japão em uma das áreas de maior rivalidade no mundo

Três aviões partem um após o outro para iniciar o treinamento do dia com simulações de combate, interceptações aéreas, resposta a ataques e missões de emergência para isolar aeronaves chinesas suspeitas. Essas manobras de rotina adquiriram um novo senso de urgência, diz o tenente-coronel Masatoshi Tanaka. "Estamos muito tensos", diz ele. "Temos lidado diariamente com violações do espaço aéreo do território japonês. As atividades chinesas se expandiram em número e […]

today23 de maio de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%