G1 Mundo

Quem assume o governo no Irã com a morte de Ebrahim Raisi

today20 de maio de 2024 6

Fundo
share close

A sucessão, entretanto, só ocorre com a aprovação do líder supremo, Ali Khamenei, que tem a palavra final em todos os assuntos de Estado.

O governo do vice é transitório. A Constituição do Irã estabelece que um conselho composto pelo vice-presidente, pelo presidente do Parlamento e pelo chefe do poder Judiciário deve organizar eleições para a escolha em até 50 dias.

Raisi foi eleito presidente em 2021 e tinha mandato até 2025.



Mohammad Mokhber tem 69 anos e nasceu na cidade de Dezful, a cerca de 680 km de Teerã.

Antes de assumir o cargo de primeiro-vice-presidente, Mokhber chefiava a Execução da Ordem do Imam Khomeini (EIKO, na sigla em inglês), uma organização paraestatal que tem participação em quase todos os setores da economia iraniana e é supervisionada diretamente pelo líder supremo Ali Khamenei.

Em 2021, pouco antes da eleição, Mokhber foi alvo de sanções do governo do Estados Unidos por conta da sua participação na Eiko.

Segundo os EUA, a organização viola sistematicamente os direitos de dissidentes políticos, minorias religiosas e iranianos exilados, por meio do confisco de propriedades.

Mokhber afirma que a Eiko tem como função implementar uma economia de resistência.

Quem é Ebrahim Raisi, presidente do Irã

Quem é Ebrahim Raisi, presidente do Irã

Ebrahim Raisi, de 63 anos, foi eleito em 1º turno em 2021 para um mandato de 4 anos, numa eleição com abstenção recorde e da qual vários adversários foram impedidos de participar pelo Conselho de Guardiães da Constituição.

Ultraconservador e partidário declarado do regime atual do país, ele é considerado um protegido e potencial sucessor do líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei.

Na década de 1980, Raisi participou das chamadas comissões da morte, que levaram à execução de cerca de 5 mil militantes opositores que se voltaram contra o regime dos aiatolás.

Sob seu governo, em 2022 mais de 500 manifestantes foram mortos durante protestos por conta da morte da jovem Mahsa Amini, presa por não usar o véu adequadamente o véu em local público, segundo a Agência de Notícias de Ativistas de Direitos Humanos (Hrana).

Na ocasião, Raisi afirmou que o Irã deveria “lidar de forma decisiva com aqueles que se opõem à segurança e tranquilidade do país”.

No plano internacional, o Irã viveu um escalada de tensão com Israel que, em 1º de abril, matou 7 membros da Guarda Revolucionária num ataque à embaixada iraniana na Síria. Em resposta, em 13 de abril, o Irã lançou um ataque contra Israel, que retaliou em 18 de abril.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ebrahim-raisi,-presidente-do-ira,-morre-em-queda-de-helicoptero,-diz-tv-estatal

G1 Mundo

Ebrahim Raisi, presidente do Irã, morre em queda de helicóptero, diz TV estatal

Segundo a imprensa oficial iraniana, o helicóptero caiu numa reunião montanhosa do Irã em razão das más condições climáticas durante um voo que trazia Raisi e outras autoridades do vizinho Azerbaijão. A queda ocorreu entre as aldeias de Pir Davood e Uzi, na província iraniana de Azerbaijão Oriental, cerca de 600 quilômetros a noroeste de Teerã, a capital iraniana (veja no infográfico abaixo). Além de Raisi, a queda matou o […]

today20 de maio de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%