G1 Mundo

Racismo: coroa britânica é envolvida em polêmica por termos ofensivos em coleção de joias

today18 de julho de 2023 6

Fundo
share close

O catálogo intitulado “Gemas e joias antigas e modernas” (Ancient and Modern Gems and Jewels) publicado pelo Fundo da Coleção Real (Real Royal Collection Trust – RCT), apresentando uma seleção de pedras preciosas e joias pertencentes à coleção da realeza britânica, foi retirado do ar na última quinta-feira (13) por conter mais de 40 menções a termos raciais ofensivos, após o jornal inglês The Independent apontar o problema em uma reportagem.

O documento foi originalmente publicado pelo Royal Collection Enterprises Limited em 2008 e estava no site oficial do órgão desde então. A descoberta mais recente ocorreu depois que o mesmo periódico também revelou, há cerca de duas semanas, que documentos do Departamento de Trabalho e Pensões do Reino Unido utilizavam palavras discriminatórias.

O caso anterior mostrava o termo racista usado por médicos para avaliar pedidos de benefícios do governo. A ofensa também estava visível na seção de comentários de uma página do próprio site do governo desde 2015. A palavra foi classificada pelo primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, como “inapropriada e ofensiva”, após as revelações do jornal britânico.



Caso do racismo em descrição de joias

No catálogo, os termos agressivos são usados ​​principalmente para descrever pessoas de ascendência africana que aparecem nas joias reais. As palavras também estão incluídas em vários nomes de itens da coleção.

Um broche é descrito nos seguintes termos: “Cabeça de ‘negão’ em perfil de três quartos à direita, com brinco de pérola pendente. Esse tipo de cabeça de negro é encontrado em vários camafeus do século XVI.”

O fundo responsável pelas joias disse que os documentos estão continuamente “sob revisão”. O órgão da realeza é um dos responsáveis por administrar as joias reais britânicas, a maior coleção de arte privada do mundo. Em novembro, a família real enfrentou protestos públicos depois que uma ex-funcionária da casa real questionou a origem de uma executiva negra.

A duquesa de Sussex, a ex-atriz Meghan Markle, primeira mestiça a se casar com um nobre da realeza britânica em séculos, afirmou em 2021 que um membro da família real não identificado perguntou ao príncipe Harry o quão escuro o tom de pele de seu filho poderia ser, antes do filho do casal, o príncipe Archie nascer.

Na época, a rainha Elizabeth II emitiu um comunicado dizendo que o tema seria tratado de maneira privada e que “algumas lembranças podem variar”. O príncipe William também foi forçado a negar que a família real seria racista após uma entrevista de Meghan e Harry a um canal de televisão norte-americano.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

vice-presidente-da-venezuela-e-lider-de-oposicao-se-encontram-em-bruxelas-em-reuniao-articulada-por-macron-e-lula

G1 Mundo

Vice-presidente da Venezuela e líder de oposição se encontram em Bruxelas em reunião articulada por Macron e Lula

A vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez, encontrou-se com Gerardo Blyde, um dos líderes da oposição no país, nesta segunda-feira (17) em uma reunião que também contou com o presidente Lula, Emmanuel Macron (França), Gustavo Petro (Colômbia) e Alberto Fernández (Argentina). Esse grupo encontrou um tempo para conversar em Bruxelas, na Bélgica, durante a reunião de líderes dos países que formam dois blocos, a União Europeia e a Comunidade dos Estados […]

today18 de julho de 2023 21

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%