G1 Mundo

Richarlison: antes de ir à Copa, jogador ‘adotou’ onça-pintada no Pantanal; veja vídeo

today25 de novembro de 2022 24

Fundo
share close

Mais que ter decidido a partida entre Brasil e Sérvia, nesta quinta-feira (24), Richarlison esbanja carisma e dá exemplo ao se mostrar engajado em pautas importantes para a sociedade, como a ambiental. Meses antes de ir à Copa do Mundo 2022, o centroavante esteve no Pantanal de Mato Grosso do Sul para adotar uma onça-pintada. No encontro, o jogador batizou o felino pelo nome de “Acerola”. Assista ao vídeo acima.

Em Mato Grosso do Sul, Richarlison visitou o Onçafari, uma Organização Não Governamental (ONG), que atua na conservação de onças-pintadas, além de oferecer uma espécie de safári para avistamentos dos felinos no Pantanal.

Richarlison é padrinho de onça no Pantanal. — Foto: Gabriela Batista e Edu Fragoso/Reprodução



Ver uma onça é algo considerado raro, mas quando o “Pombo” esteve no Pantanal, ele conseguiu ver!

“Olha lá a onça! Estou aqui no Pantanal, no Onçafari. Vim saber um pouco sobre as onças. Fiquei muito encantado e feliz pelo que vi aqui. Então, resolvi adotar uma onça”, contou Richarlison no vídeo.

Agora, mas por qual motivo Richarlison colocou o nome da onça de “Acerola”? Em conversa com a equipe do Onçafari, o jogador explicou que é por causa do filme “Cidade dos Homens”, em que o personagem interpretado por Douglas Silva é chamado de “Acerola”.

Ao fim do vídeo, Richarlison pede à população que ajude a natureza.

“Estou muito feliz por este momento, espero que vocês também ajudem a natureza”, disse.

Onçafari é uma ONG que atua basicamente em seis frentes de trabalho: Ecoturismo, Ciência, Reintrodução, Social, Educação e Florestas. A experiência que Richarlison vivenciou faz parte da frente de Ecoturismo da instituição.

Uma das principais ações do Onçafari é habituar animais, como a onça-pintada e o lobo-guará, à presença de veículos. À medida que os animais se acostumam com a presença dos carros de safári, deixam de encará-los como uma ameaça e ficam mais à vontade, o que facilita o desenvolvimento do ecoturismo na região.

Para a ONG, os encontros com os animais silvestres fazem com que as pessoas aprendam mais sobre as espécies, assim, as envolvendo no processo de conservação da fauna pantaneira.

Fazer com que os animais não se sintam ameaçados pelos visitantes, faz parte da prática de habituação, utilizada pela ONG.

“A habituação é uma técnica importada da África do Sul, utilizada há décadas no ecoturismo da região. Trata-se de uma interação neutra entre ser humano e animal, na qual a aproximação não gera nem malefícios nem benefícios”, explica a instituição.

“‘Habituar animais’ não significa domesticá-los, e sim mantê-los totalmente selvagens e livres, mas sem que se sintam ameaçados pela presença de veículos”, deixam frisado na apresentação do atrativo turístico.

Veja vídeos de Mato Grosso do Sul:




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

vacinacao-noturna-aplica-quase-300-doses-em-primeira-edicao

Prefeitura de Guarujá

Vacinação noturna aplica quase 300 doses em primeira edição

Perequê, Jardim dos Pássaros, Sítio Conceiçãozinha e Jardim Progresso serão as próximas a atender, na quarta-feira (30), até as 20 horas A primeira edição do plantão noturno de vacinação contra a covid-19 foi um sucesso, em Guarujá. A Prefeitura iniciou um rodízio entre as 15 Unidades de Saúde da Família (Usafas), disponibilizando quatro para atender a população das 9 às 20 horas uma vez por semana. Na última quarta-feira (23), […]

today25 de novembro de 2022 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%