G1 Santos

Santos registra aumento de 195% nas queixas sobre criadouros de larvas de Aedes aegypti; saiba como denunciar

today2 de março de 2024 2

Fundo
share close

Percentual é resultado de um comparativo de denúncias feitas à Ouvidoria da cidade nos dois primeiros meses de 2023 e no mesmo período de 2024.


O número de denúncias sobre possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana, cresceu 195% em relação a 2023 na cidade de Santos, litoral de São Paulo. Neste ano, 533 denúncias foram realizadas nos dois primeiros meses de 2024. Na mesma época, no ano passado, foram 272.



De acordo com a prefeitura, em apenas oito mutirões neste ano já foram extintos 810 focos de larvas do mosquito. O número representa 25% dos criadouros eliminados em 2023 — foram 2.711 descartes em 26 ações.

A administração municipal orienta que os moradores façam denúncias à Ouvidoria pelo telefone 162 ou no site sobre possíveis criadouros da doença. É necessário informar o endereço exato do local e, se possível, enviar fotos.

Após a denúncia ser registrada, a Ouvidoria repassa a demanda ao Centro de Controle de Zoonoses e Vetor (CCZV), que verifica se o lugar se trata de um imóvel especial ou um ponto estratégico, que recebe visitas frequentes da equipe.

Caso não se enquadre em uma dessas categorias, os agentes vão até o local. “É importante ressaltar que a denúncia é sigilosa, nem o CCZV possui acesso aos dados de quem a realizou”.

O dado levantado pelo g1 é um recorte consolidado de um período onde começaram a aumentar o número de queixas sobre a doença na região. Os casos continuaram em alta no mês de fevereiro.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ex-prefeito-de-sao-vicente-e-secretarios-sao-condenados-por-improbidade-administrativa

G1 Santos

Ex-prefeito de São Vicente e secretários são condenados por improbidade administrativa

O Tribunal de Justiça do Estado (TJ-SP) condenou o ex-prefeito de São Vicente, no litoral de São Paulo, Luis Cláudio Bili Lins da Silva, e os ex-secretários da Fazenda, Wagner Ruiz Rodrigues e Silvio Vassão, por improbidade administrativa -- ações que causam prejuízos aos cofres públicos. Os três tiveram os direitos políticos suspensos e foram multados. (veja mais abaixo) A denúncia foi apresentada pelo Ministério Público (MP). A promotoria sustentou […]

today2 de março de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%