Prefeitura de Guarujá

Saúde e direitos são temas do seminário ‘Mulheres sobre Mulheres’, em Guarujá

today7 de março de 2024 6

Fundo
share close

Debate contou com a participação de mulheres representantes de várias frentes na Cidade, como nas áreas da saúde e segurança

A Prefeitura de Guarujá e a Comissão de Diversidade Sexual e o Coletivo de Lésbicas e Bissexuais (Colesbi) promoveram o seminário ‘Mulheres sobre Mulheres’. O evento abordou temas como violência doméstica e sexual, saúde da mulher e o acolhimento às mulheres da comunidade LGBTQIAP+ na sociedade. O seminário aconteceu na Câmara Municipal, na quarta-feira (6).

A oportunidade foi alusiva ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, e contou com quatro convidadas, entre elas a coordenadora dos Centros de Referência e Assistência Social (Cras), Marina Sales. Ela destacou o trabalho do Cras, que auxilia mulheres em situações de vulnerabilidade, encaminhando-as à Delegacia da Mulher para registrar um boletim de ocorrência ou à Defensoria Pública para garantir uma medida protetiva.

Além dela, a representante da Patrulha Maria da Penha, Adriana Midori, abordou o Projeto Guardiã, que é um convênio entre a Prefeitura de Guarujá e o Ministério Público, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM). A iniciativa, que existe há cinco anos, monitora medidas protetivas com visitas mensais a 120 mulheres que fazem parte do projeto atualmente.

Já a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (CMDM) citou o planejamento para instituir uma cadeira no Conselho a uma mulher trans. “Quando falamos sobre direitos, muitas vezes, associamos somente a mulheres cis e afastamos as trans, que acabam sendo engolidas pela sociedade. Precisamos olhar para elas também”, destacou.



Para a superintendente da Atenção Básica e Especializada da Prefeitura, é importante debater a estigmatização da saúde da mulher, que muitas vezes evita procurar ajuda nos postos.

A representante da Comissão Municipal de Diversidade Sexual (CMDS), acredita na necessidade do evento para transmitir conhecimento às mulheres. “A iniciativa da Prefeitura, Comissão e do Coletivo de Lésbicas e Bissexuais foi para que as mulheres da comunidade LGBTQIAP+ sintam-se acolhidas e entendam melhor o funcionamento dos órgãos públicos”, salientou.

A estudante de 20 anos, Mariana Donato, foi uma das espectadoras do evento. Ela ressaltou a importância do seminário em levar conhecimento às mulheres, para que sejam capazes de detectar situações abusivas. “Muitas não conhecem os direitos e deveres que possuem e este tipo de evento ajuda a fomentar questionamentos e identificar injustiças da sociedade”, declarou.

PodCast

Como parte da programação do ‘Mulheres sobre Mulheres’, no dia 12 de março, às 14 horas, haverá um podcast sobre os temas do seminário. A transmissão será no Facebook e YouTube da Prefeitura de Guarujá e contará com a participação da presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres, Geane Maria; da fundadora do Colesbi, Jane Pimentel; e Andrea Moreira, membro da Comissão Municipal de Diversidade Sexual (CMDS).




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: arthur.pinho

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mp-abre-investigacao-para-apurar-denuncias-de-que-corpos-de-mortos-pela-pm-na-baixada-santista-sao-levados-a-hospitais-para-evitar-pericia

G1 Santos

MP abre investigação para apurar denúncias de que corpos de mortos pela PM na Baixada Santista são levados a hospitais para evitar perícia

As denúncias foram reveladas pelo g1 e a TV Globo nesta quarta-feira (6). Quando o corpo é retirado do local do crime, o trabalho da perícia fica prejudicado, e é difícil constatar, por exemplo, se houve um homicídio ou uma Morte Decorrente de Intervenção Policial (MDIP) -- quando alguém é baleado em confronto com a polícia, segundo especialistas em segurança pública ouvidos pelo g1. De acordo com promotores e o […]

today7 de março de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%